Contábeis o portal da profissão contábil

24
Jul 2014
14:44

BUSCAR NO FÓRUM

buscar


Advertencia funcionario embriagado

4respostas
5.908acessos
  

POSTS RELACIONADOS

Tania Aparecida

Usuário 2 Estrelas Novas

profissãoAdministrador(a) Empresas
mensagens296
pontos1.488
membro desde20/06/2010
cidadeRibeirao Pires - SP
Postada:Quinta-Feira, 1 de novembro de 2012 às 12:12:52
Tópico Trancado por Eduardo de Limas em 13/11/2012 20:08:19
boa tarde
de acordo com a clt, gostaria de saber se posso dar advertencia para um funcionario que de vez em quando chega embriagado na empresa.
o que diz a lei?
o funcionario esta com este procedimento de uns tempos pra cá....
ele tem 15 anos de empresa.
tem algum modelo de advertencia para esse caso?
algum artigo na clt que diz isso?

o que faço?
grata
tania ,
Gilmar Costa Bezerra Junior

Usuário Freqüente

profissãoGerente Pessoal
mensagens70
pontos1.030
membro desde17/08/2011
cidadeGuanambi - BA
Postada:Quinta-Feira, 1 de novembro de 2012 às 12:27:52
Prezada Tania

Embriaguez habitual em serviço caracteriza Rescisão do Contrato de Trabalho por Justa Causa.
Conforme consta o Art. 482 da CLT:

Art. 482 - Constituem justa causa para rescisão do contrato de trabalho pelo empregador:

a) ato de improbidade;

b) incontinência de conduta ou mau procedimento;

c) negociação habitual por conta própria ou alheia sem permissão do empregador, e quando constituir ato de concorrência à empresa para a qual trabalha o empregado, ou for prejudicial ao serviço;

d) condenação criminal do empregado, passada em julgado, caso não tenha havido suspensão da execução da pena;

e) desídia no desempenho das respectivas funções;

f) embriaguez habitual ou em serviço;

g) violação de segredo da empresa;

h) ato de indisciplina ou de insubordinação;

i) abandono de emprego;

j) ato lesivo da honra ou da boa fama praticado no serviço contra qualquer pessoa, ou ofensas físicas, nas mesmas condições, salvo em caso de legítima defesa, própria ou de outrem;

k) ato lesivo da honra ou da boa fama ou ofensas físicas praticadas contra o empregador e superiores hierárquicos, salvo em caso de legítima defesa, própria ou de outrem;

l) prática constante de jogos de azar.

Parágrafo único - Constitui igualmente justa causa para dispensa de empregado a prática, devidamente comprovada em inquérito administrativo, de atos atentatórios à segurança nacional.

Quanto ao modelo eu sugiro que consulte esse post aqui mesmo do forum:

http://www.contabeis.com.br/forum/topicos/35428/modelo-carta-de-advertencia/

Atenciosamente,
Gilmar Costa

profissão
mensagens0
pontos1.789
membro desde03/11/2011
cidade
Postada:Quinta-Feira, 1 de novembro de 2012 às 15:55:50
Boa tarde Tania,

É Preciso cautela na hora de punir funcionário por motivo de embriaguez,
Conheço um caso de demissão por justa causa, que teve revertida a situação e um longo processo na justiça, para receber período que ficou demitido e indenização por danos morais.

Leia mais: http://www.guiatrabalhista.com.br/tematicas/embriaguez.htm
Flavio Zenicola

Usuário 3 Estrelas Douradas

profissãoSupervisor(a) Pessoal
mensagens2.229
pontos13.781
membro desde18/08/2011
cidadeRio de Janeiro - RJ
Postada:Quinta-Feira, 1 de novembro de 2012 às 16:05:01
Boa tarde a todos
Endosso o exposto pelo Erivaldo, pois aconselha-se à encaminhar ao INSS.
Att
Rodrigo Rs

Usuário Ativo

profissãoTécnico Segurança do Trabalho
mensagens109
pontos789
membro desde30/12/2011
cidadeBelo Horizonte - MG
Postada:Sexta-Feira, 2 de novembro de 2012 às 22:53:54
Tania já foi discutido este tema no fórum veja:

http://www.contabeis.com.br/forum/topicos/85940/embriaguez/m466195#466195

Você precisa ser cadastrado para responder mensagens

Quem participa

Facebook

Receba Novidades


POSTS RELACIONADOS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

Quem participa

Facebook


Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários e visitantes deste site, tudo nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Página carregada em 0.27 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimaraes | Rogério César