WEBINAR GRATUITO

Quarta 26/09|15h - RFID a favor da fiscalização e Rastreabilidade

Contábeis o portal da profissão contábil

26
Sep 2018
08:18

Trabalhista

Empresas podem ter valores a receber do FGTS

Valores que não forem sacados até outubro de 2018 serão incorporados ao patrimônio da Caixa Econômica Federal e não poderão mais ser requisitados pelas empresas que possuem tal direito

18/10/2017 10:53

9.086 acessos

Você sabia ou se recorda que até o final do ano de 1988 a adesão ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) era uma decisão que cabia exclusivamente ao próprio funcionário!?

Pois é! A partir da promulgação da atual Constituição Federal em 1988, o FGTS deixou de ser opcional e passou a ser obrigatório para todos os empregados - até essa data as empresas eram obrigadas a efetuar o recolhimento de 8% sobre o valor do salário de cada empregado que optava por não receber, mas o montante era depositado em uma conta individualizada e não na conta vinculada ao FGTS.  

Esses recursos podem ser resgatados até outubro de 2018 pelas empresas que ainda não o fizeram e que realizaram depósitos para o FGTS nas condições descritas acima no período de 1966 (ano de criação do fundo) até 1988. A própria Artdata, por exemplo, iniciou suas atividades em meados de 1988, mas não possuía nenhum saldo a receber.

Quem optava por não receber o benefício do fundo, automaticamente garantia sua estabilidade ao completar 10 anos de empresa - tal legislação era amplamente criticada, pois fazia com que muitas empresas demitissem seus funcionários quando os mesmos estavam prestes a completar uma década no emprego para na sequência readmiti-los.

Acredita-se que a maior parte do saldo total de recursos disponíveis para saques já foram buscados pelas empresas, sendo que os valores não sacados no prazo de 1 ano serão incorporados ao patrimônio da Caixa Econômica Federal e não poderão mais ser requisitados pelas empresas.

Portanto, se a data de início das atividades da sua empresa já completou 29 anos ou mais, existe a possibilidade da existência de recursos disponíveis para resgate oriundos desses recolhimentos para o FGTS. Para solicitar o recebimento desses recursos quando aplicáveis, as empresas devem estar munidas de toda a documentação exigida pela Caixa Econômica Federal, como por exemplo os documentos comprobatórios da vinculação dos funcionários (está aí um ótimo exemplo que demonstra a importância de toda empresa tratar as questões contábeis e de folha de pagamento com o cuidado e atenção que merecem!).

Vale lembrar que atualmente, o FGTS é um direito fundamental de todo trabalhador brasileiro, garantido pelo 7º artigo da Constituição Federal de 1988.

Escrito por

Rodrigo Ferreira

Gerente de Atendimento e Marketing da Artdata Contábil, empresa de soluções contábeis, fiscal, societária, trabalhista e previdenciária com 30 anos de expertise construída no atendimento a empresas localizadas em mais de 60 cidades, 11 estados e 17 países. Conte com a gente e fique tranquilo. Inscreva-se na nossa newsletter para receber materiais e conteúdos exclusivos: www.artdatacontabil.com.br/blog

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César