Contábeis o portal da profissão contábil

17
Dec 2018
10:27

Trabalhista

A menos de um mês para o Natal: como calcular o 13º?

O 13º salário é um direito trabalhista garantido por lei e quem ainda não se organizou para esse pagamento dos funcionários já está atrasado

29/11/2018 15:37

trabalhista 13

Um dos direitos trabalhistas mais aguardados pelos trabalhadores é a gratificação de Natal, também conhecida como 13º salário. Qualquer empregado que tenha laborado por no mínimo 15 dias no mês tem direito a receber uma gratificação extra, de 1/12 avos da remuneração devida em dezembro, por mês de serviço, do ano correspondente.

O 13º é calculado dividindo-se o salário integral do trabalhador por 12 e multiplicando-se este resultado pelo número de meses trabalhados. Assim, cada mês trabalhado – ou fração superior a 15 dias no mês – dá direito a 1/12 da gratificação.

A Lei 4.749/65, que dispõe sobre o pagamento do 13º, determina que este deve ser pago em duas parcelas. A primeira, entre o dia 1o de fevereiro e o último dia útil do mês de novembro; e a segunda, até 20 de dezembro, calculada com base no último salário, subtraído o valor da primeira parcela paga anteriormente.

Caso seja do interesse do empregado receber uma parcela da gratificação juntamente com o pagamento das férias, deverá haver solicitação expressa ao empregador, até o mês de janeiro do ano respectivo. Se o trabalhador é contratado sob contrato de experiência ou de trabalho temporário, possui igual direito à gratificação, desde que tenha laborado ao menos 15 dias.

O empregado que teve seu contrato de trabalho extinto também tem direito à gratificação. O cálculo, nesse caso, é apurado sobre os meses trabalhados, proporcionalmente, desde que tal extinção ocorra por pedido de dispensa formulado pelo empregado ou dispensa pelo empregador. Não terá direito o empregado que tem sua dispensa motivada por justa causa.

Destaca-se que o 13º é calculado sobre a remuneração e não apenas sobre o salário base percebido pelo empregado no mês de dezembro. No caso de empregados comissionistas, corresponderá aos valores das comissões mensais recebidas de janeiro ao mês anterior à data do pagamento, calculados pela média anual das comissões pagas.

Convenções e Acordos Coletivos de Trabalho podem, no entanto, estipular uma base de cálculo diferenciada para pagamento do 13º salário aos comissionistas, fixando uma média anual inferior ao limite de 12 meses, razão pela qual se faz prudente a análise dos dispositivos convencionais antes de efetuar seu pagamento.

Como o prazo para o pagamento do 13° é dia 20 de dezembro, normalmente utiliza-se, nos casos dos comissionistas, a média apurada de janeiro a novembro, pelo divisor 11 avos. Após o pagamento de dezembro, a média é calculada considerando-se todos os meses trabalhados e, havendo diferença favorável ao empregado, o prazo para o pagamento do complemento é até 10 de janeiro do ano seguinte.

Além disso, o 13º salário é base de cálculo para o recolhimento do FGTS e do INSS do empregado. A contribuição referente ao FGTS deverá ser realizada juntamente com o pagamento das duas parcelas, diferentemente do INSS, que é recolhido somente na competência do pagamento da segunda parcela – em GPS distinta -, momento em que os demais tributos são calculados e uma SEFIP exclusiva do 13° deve ser gerada.

 

*Mauricio Gasparini é advogados da área trabalhista do escritório Finocchio & Ustra Sociedade de Advogados e Marina Ladeira é assistente na mesma área.

Escrito por

Finocchio e Ustra

Finocchio e Ustra Sociedade de Advogados

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César