x

Tributário

Atípico ou Corrupto?

Órgãos de repressão e controle são vitalmente necessários para que se mantenha, ou pelo menos se tente, a ordem e a segurança.

22/07/2019 09:00:12

1.169 acessos

Atípico ou Corrupto?

Imagine que você tenha uma renda de R$ 2000,00 em uma relação celetista, recebendo com regularidade seu salário, em épocas oportunas suas férias, seu décimo terceiro salário, eventualmente algum tipo de bônus, participação nos lucros. Diante deste cenário seria impossível você receber em sua conta corrente um depósito de R$ 100.000,00??? Não seria este valor oriundo de uma atividade criminosa???
A resposta primeira e com absoluta certeza é que se trata de um trânsito em sua conta corrente ATÍPICO, mas em um primeiro momento não SUSPEITO.
É para isso que os órgãos de controle existem, para verificar situações como esta narrada acima e validar de uma situação que fuja aos padrões normais, seja verificada para atestar se existe algo ilícito.
Em um país como o Brasil aonde a maturidade moral de sua maioria da população ainda está longe do ideal, órgãos de repressão e controle são vitalmente necessários para que se mantenha, ou pelo menos se tente, a ordem e a segurança.
Tirar, extirpar destes órgãos a sua função investigativa é dar salvo conduto para que pessoas físicas, jurídicas, organizações criminosas e corruptos em qualquer nível ou monta possam praticar atividades ilícitas sem nenhuma preocupação.
Não se trata em absoluto de proteger a sociedade de regimes ditatoriais de repressão e fiscalização, mas sim de tirar o escudo desta mesma sociedade abrindo caminho para que criminosos possam agir livremente e continuar saqueando os cofres públicos, e ainda pior, sem nenhum manto de preocupação.
Quase que em todas as operações recentes noticiadas pela imprensa nos últimos tempos o que se viu foi uma consistência nos processos de investigação, todas com começo meio e fim, com provas e por mais que muitos corruptos no famoso “o que dizem os citados” neguem e coloquem uma cortina de fumaça nos fatos, sempre a consistência vem à tona.
Vemos principalmente por parte da Receita Federal e do COAF notícia de cruzamentos inteligentes que demonstram claramente a participação criminosa dos envolvidos nos mais diversos casos de corrupção da história recente do Brasil.
Citando apenas um caso, oriundo do Rio de Janeiro ande um ex-governador daquele Estado em sociedade de uma empresa com sua ex-mulher, possuindo em alguns anos apenas um funcionário e em outros nenhum fez subir vertiginosamente o faturamento de sua empresa.
E como se descobriu isso? A resposta vem de informações prestadas por diversos atores do cenário econômico inclusive da própria empresa. Relatórios vindos do sistema financeiro, do Ministério do Trabalho, da Receita Federal dão a consistência em um esquema criminoso que saqueou o Estado do Rio de Janeiro.
Pereceram o quanto é nocivo este bloqueio nos entes de fiscalização e controle no Brasil? Não podemos nos calar!
E antes de quaisquer rótulos adianto que não tenho ideologia partidária, mesmo porque nos últimos anos meu voto foi por falta de opção do que por convicção. O que quero é um país sério, aonde ministros do STF ajam de acordo com a Lei e não por conveniências que custam muito caro ao país.
E por fim, elucidando o nosso caso inicial os tais R$ 100.000,00 na conta do nosso personagem assalariado pode ter explicações, como um recebimento de uma herança, a venda de um imóvel, um prêmio de seguro, ou seja, nem tudo que é ATÍPICO é CORRUPTO, é para isso que servem os órgãos e controle.

 

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.