x

PRÓ-LABORE

Entenda o que é pró-labore

O pró-labore é uma remuneração fixa paga ao sócio ou administrador.

15/08/2023 19:30:03

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Pró-labore: o que é?

Entenda o que é pró-labore Foto: Wundef Media/Pexels

A expressão Pro labore é uma expressão em Latim, significa "pelo trabalho", no português a locução ficou como "pró-labore".

Como o significado do pró-labore já diz “pelo trabalho”, sendo a remuneração do trabalho realizado pelo sócio ou administrador.

A expressão Pro labore é uma expressão em Latim, significa "pelo trabalho", no português a locução ficou como "pró-labore".

Como o significado do pró-labore já diz “pelo trabalho”, sendo a remuneração do trabalho realizado pelo sócio ou administrador.

O pró-labore é uma remuneração fixa paga ao sócio ou administrador, na atual legislação é previsto o desconto do percentual de 11%, sobre a remuneração do sócio ou administrador, destinada ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), e o pagamento da parte patronal no percentual de 20%, por parte das empresas, com exceção de empresas optantes pelo Simples Nacional, tributadas pelos anexos I, II, III e V, caso a remuneração do pró-labore esteja na faixa de tributação do imposto de renda, deverá ser retido o imposto de renda na fonte, sobre a remuneração.

Apesar de ser uma remuneração o pró-labore, ele não se confunde com salário, sendo o pró-labore uma remuneração devida ao sócio ou administrador, onde não é devido os mesmos benefícios de um empregado, exemplos de benefícios que não são devidos para os sócios: férias, décimo terceiro, FGTS.    

O pró-labore apesar de ser uma remuneração paga aos sócios, também não se confunde com a distribuição de lucros, o pró-labore é uma remuneração fixa, podendo ser paga mesmo se a empresa apresentar prejuízo, já à distribuição de lucros é a divisão do resultado positivo de um período da empresa, entre os sócios, investidores ou acionistas, levando em consideração a participação de cada um, sendo isenta do imposto de renda e INSS.

A remuneração do pró-labore é determinada pela sociedade, onde normalmente a previsão de como se regerá consta no Contrato Social ou Estatuto, na falta de previsão legal no ato constitutivo da sociedade, será determinada em concordância pelos sócios e administradores.

Assim, esteja assessorado por um profissional contábil com expertise e experiência na área, para dar toda assessoria, encontrando a melhor forma de fazer a remuneração do pró-labore.

O pró-labore é uma remuneração fixa paga ao sócio ou administrador, na atual legislação é previsto o desconto do percentual de 11%, sobre a remuneração do sócio ou administrador, destinada ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), e o pagamento da parte patronal no percentual de 20%, por parte das empresas, com exceção de empresas optantes pelo Simples Nacional, tributadas pelos anexos I, II, III e V, caso a remuneração do pró-labore esteja na faixa de tributação do imposto de renda, deverá ser retido o imposto de renda na fonte, sobre a remuneração.

Apesar de ser uma remuneração o pró-labore, ele não se confunde com salário, sendo o pró-labore uma remuneração devida ao sócio ou administrador, onde não é devido os mesmos benefícios de um empregado, exemplos de benefícios que não são devidos para os sócios: férias, 13º salário, FGTS.   

O pró-labore apesar de ser uma remuneração paga aos sócios, também não se confunde com a distribuição de lucros, o pró-labore é uma remuneração fixa, podendo ser paga mesmo se a empresa apresentar prejuízo, já à distribuição de lucros é a divisão do resultado positivo de um período da empresa, entre os sócios, investidores ou acionistas, levando em consideração a participação de cada um, sendo isenta do imposto de renda e INSS.

A remuneração do pró-labore é determinada pela sociedade, onde normalmente a previsão de como se regerá consta no Contrato Social ou Estatuto, na falta de previsão legal no ato constitutivo da sociedade, será determinada em concordância pelos sócios e administradores.

Assim, esteja assessorado por um profissional contábil com expertise e experiência na área, para dar toda assessoria, encontrando a melhor forma de fazer a remuneração do pró-labore.

Fonte: Alexandre Dell’ Orti – Contador

Leia mais sobre

O artigo enviado pelo autor, devidamente assinado, não reflete, necessariamente, a opinião institucional do Portal Contábeis.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.