x

ARTIGO DE TECNOLOGIA

Não existe sistema 100% seguro

Neste artigo, a especialista discute sobre a segurança dos sistemas de tecnologia e a relação à LGPD.

04/12/2023 13:35:02

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Não existe sistema 100% seguro

Não existe sistema 100% seguro

As pessoas comuns têm a ideia de que quando usam plataformas da chamadas big techs estão navegando em ambientes seguros.

Afinal de contas, o poder das marcas impacta o usuário final. Mas esta não é a realidade.

Esta semana, por exemplo, o Google fez a sua 6ª correção de segurança de urgência para parar um ataque contínuo em seus sistemas.

Em nota, a empresa explicou que “o Google está ciente de que existe um exploit para CVE-2023-6345

Há uma diferença imensa entre estar ciente e corrigir os erros que geram essas vulnerabilidades.

O Google é hoje uma das maiores plataformas usadas para diversas aplicações como exemplo:

  • Maior site de buscas;
  • Maior canal de streaming (YouTube);
  • Armazenamento em nuvem gratuito (Google Drive);
  • Ferramenta de e-mail, inclusive corporativa (G-Suite e G-Mail);
  • Ferramenta de anúncios na internet (Google Ads);
  • Entre outras tantas.

Com tantos serviços acessados diariamente por bilhões de pessoas, não é de se estranhar a quantidade de ataques sofridos a cada nano segundo.

A vulnerabilidade relatada esta semana foi em relação ao Google Chrome, um dos navegadores de internet mais usados no mundo.

A vulnerabilidade de dia zero foi abordada no canal Stable Desktop, com versões corrigidas sendo lançadas globalmente para usuários do Windows (119.0.6045.199/.200) e usuários de Mac e Linux (119.0.6045.199).

O bug foi relatado na sexta-feira (24) por Benoît Sevens e Clément Lecigne, pesquisadores de segurança do Grupo de Análise de Ameaças (TAG) do Google.

A linguagem para o usuário comum pode ser complicada, mas quer dizer que todos os que usam o Google Chrome como navegador podem ter sido afetados.

A chamada vulnerabilidade de dia zero significa que os hackers detectaram falha no sistema antes mesmo do desenvolvedor, o que torna o ataque muito mais ágil do que a capacidade do Google em mitigar os danos causados aos usuários.

Foram disponibilizadas atualizações.

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) também se preocupa com a questão de mitigação de riscos e danos quando acontece esse tipo de incidente de segurança com dados pessoais.

O dispositivo encontra-se no artigo 48, §1°, inciso VI dispondo: que na comunicação do incidente segurança o Controlador deve indicar “as medidas que foram ou que serão adotadas para reverter ou mitigar os efeitos do prejuízo”.

É importante todos saberem que não existe nenhum sistema 100% seguro.

Enquanto os desenvolvedores se debruçam no desenvolvimento, há um grupo apostando nas vulnerabilidades.

Nosso papel é ficar atento a qualquer comportamento estranho de seus aparelhos, sejam eles celulares, tablets, notebooks ou desktops, uma vez que, se você foi vítima, seus aparelhos começarão a ter algum comportamento diversos do normal.

Faça sua parte, tenha sempre o antivírus e firewall atualizados e não acesse links e e-mails de desconhecidos.

Tenha sempre em mente, você deve estar atento, os golpes são, na sua maioria, feitos por inteligência artificial (IA), elaborados para te levar a erro, qualquer distração, você se torna a próxima vítima!

Leia mais sobre

O artigo enviado pelo autor, devidamente assinado, não reflete, necessariamente, a opinião institucional do Portal Contábeis.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.