x

ARTIGO DE TECNOLOGIA

O que esperar da Autoridade Nacional de Proteção de Dados em 2024?

A Autoridade Nacional de Proteção de Dados muda a postura e parte para uma agenda com sanções e muitas regulamentações.

18/12/2023 13:30:01

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
O que esperar da ANPD em 2024?

O que esperar da Autoridade Nacional de Proteção de Dados em 2024? Foto: Tima Miroshnichenko/Pexels

No ano de 2023 vimos uma Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) completamente diferente dos outros anos. Perdeu o discurso pró empresários, típico do governo anterior e assumiu o papel de fiscalizador e sancionador.

Tivemos andamento de 360 processos de fiscalização, publicização de 21 deles e aplicação de sanção em três, sendo eles:

  1. Uma Microempresa Individual (MEI) ;
  2. Órgão Público do Estado de SP – Previdência do Estado de SP;
  3. Órgão Público do Estado de SC - Secretaria de Saúde de SC.

Mas nem só de processos de fiscalização vive a Autoridade Nacional. Também houve um trabalho muito sério e intenso em termos de regulamentação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) .

A Lei Geral de Proteção de Dados tem 65 artigos e desses, 23 dependem de regulamentação.

Apenas três regulamentações foram efetivamente apresentadas pela ANPD, sendo elas:

  1. Resolução n° 01: estabeleceu regras do processo administrativo fiscalizatório e sancionatório dentro da ANPD;
  2. Resolução n° 02:flexibilização de cumprimento da LGPD para os agentes de tratamento de pequeno porte;
  3. Resolução n° 04: estabeleceu a dosimetria das sanções administrativas.

No ano de 2023 foram inúmeras buscas por subsídios e realização de audiências públicas, visando a regulamentação de uma série de artigos, entre eles:

  • Transferência Internacional de Dados;
  • Comunicação de Incidente de Segurança;
  • Atribuições do Encarregado pelo Tratamento de Dados Pessoais;
  • Sandbox;
  • Inteligência artificial, entre outros.

Assim, o que se espera da Autoridade Nacional de Proteção de Dados em 2024 é que, diante da coleta de subsídios e realização das audiências públicas, saiam, efetivamente, os textos definitivos das novas regulamentações.

Afinal de contas, a cada nova regulamentação, todas as adequações precisam ser revisadas e adaptadas aos novos padrões e normas publicadas.

Além disso, muitos processos sancionatórios devem ser finalizados, gerando ainda mais demanda para os profissionais que trabalham com proteção de dados pessoais e privacidade.

E você contador, quando vai aproveitar esse mercado e oferecer mais esse serviço ao seu cliente? A demanda só vem aumentando!

Leia mais sobre

O artigo enviado pelo autor, devidamente assinado, não reflete, necessariamente, a opinião institucional do Portal Contábeis.
ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.