x
2021-01-06T18:11:11-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 15

acessos 872

há 1 semana Quarta-Feira | 6 janeiro 2021 | 18:11

Boa tarde Pessoal, estou com a seguinte duvida, tem um cliente que desenvolve programas de computador sob encomenda para uma unica empresa, ele emite a nota fiscal com valor 12.500,00 mensal, esta no regime Simples Nacional, empresario individual. Faz retirada de pro labore no valor de 3.700,00  e recolhe o DARF com o codigo 0561 sobre a retençao do IRRF. Ele é obrigado a preencher a DIRF?  

há 1 semana Quinta-Feira | 7 janeiro 2021 | 08:47

Saber o que é a Dirf – Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte –  e para que serve essa declaração é a melhor maneira de evitar problemas com o Fisco. Afinal, esse é um documento de envio anual, obrigatório a todas as pessoas físicas e jurídicas que realizaram pagamentos com retenção na fonte de Imposto de renda, Contribuição Social, PIS e COFINS e também para aqueles que efetuaram pagamentos a pessoa física ou jurídica residente no exterior.


https://www.contabilizei.com.br/contabilidade-online/dirf/

Carlos Rodrigo, assistente contábil
Nova iguaçu, Rio de Janeiro, Brasil
tel: 21 97557-2087

-Legalização de empresas;
-Atendimento ao Micro empreendedor Individual
- contabilidade eclesiástica
- contabilidade na Medicina

não atendo ligações por  causa do trabalho mas retorno via whatsapp por mensagem

"Desejar o bem ao próximo é uma obrigação do Ser Humano"
- autor desconhecido
há 1 semana Segunda-Feira | 11 janeiro 2021 | 14:43

Boa tarde Pessoal, obrigada pelas respotas, mas no caso devo preencher a DIRF como pessoa juridica ou como pessoa fisica, porque no meu entendimento como pessoa juridica ele nao retem IRRF mas na retirada de Pro labore que ele faz como pessoa fisica ele recolhe IRRF.. fiquei na duvida poderiam me explicar por gentileza.

há 1 semana Segunda-Feira | 11 janeiro 2021 | 15:42

como é prolabore quem tem a obrigatoriedade é a empresa

Contador Atuante que busca oferecer oportunidades legais para os seus Clientes reduzir sua carga tributaria
há 5 dias Quarta-Feira | 13 janeiro 2021 | 08:55

Bom dia Senhores (as);

Uma Cooperativa que está construindo sua sede própria; no momento de efetuar o pagamento dos prestadores de serviços PF; ela está obrigada a reter e recolher o IRRF?

Obrigado e aguardo! 

Vencer os outros não chega a ser uma grande vitória; vitorioso é aquele que consegue vencer a si mesmo!
há 5 dias Quarta-Feira | 13 janeiro 2021 | 18:04

Se ele tem uma retirada pró-labore de R$ 3.700,00 ele tem imposto retido na fonte, ou pelo menos deveria ter. Se teve imposto retido na fonte, automaticamente esta obrigado a apresentar a DIRF Sim. 

Isso explicado de uma forma bem simplória, mas em todo caso, a resposta é sim. esta obrigada a apresentar a DIRF normalmente.

Na verdade, a empresa deveria estar fazendo também - se não fez - a retenção do IRRF do titular da empresa, baseado nesse valor de pró-labore.

há 4 dias Quinta-Feira | 14 janeiro 2021 | 09:13

Bom dia Erones, sim ele retem o IRRF mensal mas como pessoa fisica, mas como pessoa juridica ele nao reteve, houve apenas a retirada de pro labore, no caso para declarar ele tem que declarar nas duas formas? como pessoa fisica e juridica?

há 4 dias Quinta-Feira | 14 janeiro 2021 | 10:07

Sim, a empresa dele vai ter que fazer a DIRF - declarar os valores pagos e os valores retidos de IRPF, que deveria ter sido retidos pela pessoa jurídica e não pela pessoa física. e apresentar sim a declaração de imposto de renda da pessoa física também, no tempo certo. 
O pagamento do pró-labore, ocorre como se fosse uma folha de pagamento normal de um funcionário, havendo descontos de INSS, IRRF, etc. Logo, as retenções e recolhimentos, em especial do IR, deve ser feito pela pessoa jurídica, acumulado o saldo e gerado no comprovante de rendimentos que deve ser entregue à todos funcionários da empresa, para fins de declaração do IRPF.  

Esse é o procedimento correto, procedimento comum, padrão à todas empresas.

Se você começa fazer retenção do IR na pessoa física, ela se torna autônoma e não empresária, você muda todo foco da situação e fica incorreto. Dai passa a não ser pró-labore mais, e a pessoa física vai ter que fazer carnê-leão, que é usado para médicos, advogados, locadores de imóveis, etc.

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.