x
2014-01-08T09:41:56-02:00

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 2.914

acessos 541.007

Multa atraso entrega GFIP

há 6 anos Quarta-Feira | 5 novembro 2014 | 14:44

Foi aprovado a PL por uma comissão, faltam ainda a aprovação da Comissão de Finanças e Tributação ( CFT ) e Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania ( CCJC ).

há 6 anos Quarta-Feira | 5 novembro 2014 | 17:48

Ajudem assinando

GFIP – FENACON promove criação de Petição Pública
Com o objetivo de sensibilizar os poderes Executivo e Legislativo, a FENACON criou Petição Pública solicitando apoio na aprovação do Projeto de Lei Nº 7.512, de 07 de maio de 2014, de autoria do Deputado Laércio Oliveira (SD/SE). O PL extingue as multas relativas ao atraso no envio de informações complementares através das GIFPs - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social – GFIP.
Por ser um projeto que beneficia todas as organizações contábeis pedimos a adesão em massa da categoria, para que consigamos alcançar mais essa vitória. Para contribuir com este ideal basta clicar aqui e assinar o abaixo assinado.

http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=br76262

há 6 anos Quinta-Feira | 6 novembro 2014 | 17:20

GFIP – Parecer será pela aprovação de projeto
________________________________________

O relator do Projeto de Lei 7512/2014, deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), divulgou o parecer pela aprovação da matéria, com emenda. O projeto, de autoria do Deputado Laércio Oliveira (SD/SE), extingue as multas relativas ao atraso no envio de informações complementares através Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social – GFIP.

A expectativa é que a proposta seja apreciada na próxima semana pela Comissão de Trabalho.

Devido a importância do projeto, há três dias a Fenacon criou Petição Pública, onde já alcançou mais de 13 mil assinaturas.

Petição: http://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=br76262


Fernando Alves Martins

Graduado em Ciências Contábeis pela UNESPAR/FECEA – Apucarana/PR. Pós-Graduado em Gestão Financeira, Contábil e Auditoria pela INBRAPE/FECEA – Apucarana/PR. Pós-Graduação em Direito Previdenciário pela Damásio Educacional S/A. – Unidade Apucarana/PR. Cursando MBA Contabilidade, Compliance & Direito Tributário pela BSSP Centro Educacional. Contador na empresa Bortolloti Ind. e Com. de Móveis Ltda. (HB Móveis). Presidente da ACECA (Associação dos Contabilistas e Empresas Contábeis de Arapongas). Coordenador do Grupo de Estudos do SESCAP-PR (Regional Arapongas). Estando entre os 05 (Cinco) inscritos e aprovados para ocupa 02 (duas) cadeiras na Academia de Ciências Contábeis do Estado do Paraná (ACCPR) no ano de 2015. Estando entre os 04 (Quatro) inscritos e aprovados para ocupar 01 (uma) cadeira vaga na Academia de Ciências Contábeis do Estado do Paraná (ACCPR) no ano de 2017.

ffernandoam@brturbo.com.br
contabilidade@hbmoveis.com.br
há 6 anos Quinta-Feira | 6 novembro 2014 | 17:32

DEUS SEJA LOUVADO!!!!! Eu assinaria mais umas 13.000 vezes se fosse possível, esse assunto tem me tirado a paz, em fevereiro desembolsei R$ 3.000,00 por GFIPS de 2009 que entreguei em 2012, e fico na expectativa da chegada de 2010...2011...2012...se eu já estava com a situação financeira abalada isso veio para me derrubar de vez!! Espero que realmente seja aprovada!!

há 6 anos Quinta-Feira | 6 novembro 2014 | 17:42

Marisa Grillo ... ainda bem que evoluímos nas tribulações não é mesmo?... eu sou prova disto, nunca li tanto na minha vida e me interessei em saber nomes de políticos que estão promovendo projetos (no caso em expecífico o nosso PL), fiquei bem mais esperta em ler, participar de abaixo assinados, mas confio que se continuarmos atentos e com o grito entre a garganta e a boca, vamos ser ouvidos e atendidos.

há 6 anos Quinta-Feira | 6 novembro 2014 | 18:01

uhuuuuuuu!!!!! Não vou precisar vender meu carro, nem cancelar meu plano de saúde e fazer tratamento psiquiátrico ou mudar de profissão para vendedor de lapis de cera.!!!! Brincadeira viu gente.

Muito bom. Fenacom dessa vez fez valer sua força. Parabens. Chega de ser tão sofrido nossa profissão aqui no Brasil.






Sds,
_______________________________________________________________________
Breno Eduardo G. Duarte
Contador
há 6 anos Sexta-Feira | 7 novembro 2014 | 12:31

Boa tarde!

Caros colegas, depois do susto" creio que será apenas um susto", devemos refletir, o quanto cobrar de um cliente, qual o tamanho da responsabilidade que temos, não é apenas calcular os impostos e fazer lançamentos contábeis como pensam, nossa responsabilidade é muito grande, muitos não querem pagar o valor do nosso trabalho, porem quando chega uma dessas multas não querem saber, o contador é quem paga.

desabafo!

há 6 anos Sexta-Feira | 7 novembro 2014 | 12:57

Boa tarde a todos, esperamos!!!, rezamos !!! e tocermos que sim!!!, que tudo isso acabe sem danos!!!!, mas ainda é muito cedo para ficarmos relaxados, cade vez que chega o correio me dá panico, ainda estou com receio de passar o natal e o ano novo fazendo impugnação.
O que mais me deixa indignado é que sequer a petição publica ora postada aqui da FENACOM, é colacada em destaque no site DO CRC ou do Sescon de São Paulo, ou seja, que representação é esta, possem mais de 150 mil associados, não podem fazer isto se omitirem.

Att.

há 6 anos Terça-Feira | 11 novembro 2014 | 15:49

Boa Tarde, não consigo tirar a CND -RECEITA FEDERAL de uma empresa sem pendências. Será que é por causa do novo relatório complementar de situação fiscal do e-cac?

há 6 anos Terça-Feira | 11 novembro 2014 | 17:17

Teve uma junção de certidões... será que isso tem algum relacionamento?






Sds,
_______________________________________________________________________
Breno Eduardo G. Duarte
Contador
há 6 anos Quarta-Feira | 12 novembro 2014 | 13:53

Levi Rouseff ' !


Postada:Terça-Feira, 11 de novembro de 2014 às 15:49:52

Boa Tarde, não consigo tirar a CND -RECEITA FEDERAL de uma empresa sem pendências. Será que é por causa do novo relatório complementar de situação fiscal do e-cac?


Caso tenha pendências com o INSS, não será mais liberado a CND!

A partir do dia 03 de novembro de 2014, as certidões que fazem prova da regularidade fiscal de todos os tributos federais, inclusive contribuições previdenciárias, tanto no âmbito da Receita Federal quanto no âmbito da Procuradoria da Fazenda Nacional, serão unificadas em um único documento. A unificação das Certidões Negativas está prevista na Portaria MF 358, de 5 de setembro de 2014, alterada pela Portaria MF nº 443, de 17 de outubro de 2014.

Fonte: http://www.spedbrasil.net/forum/topics/malha-pj-e-as-unificacao-das-certidoes-federais

Veja mais: http://www.receita.fazenda.gov.br/automaticosrfsinot/2014/10/22/2014_10_22_16_00_15_859750348.html
Fonte: Receita Federal

Fonte: http://sescap-pr.org.br/25anos/index.php/noticias/post/certidoes-negativas-de-debitos-da-fazenda-nacional-estao-unificadas?utm_source=akna&utm_medium=email&utm_campaign=boletim+informativo+sescap-pr+n%ba+80

Fernando Alves Martins

Graduado em Ciências Contábeis pela UNESPAR/FECEA – Apucarana/PR. Pós-Graduado em Gestão Financeira, Contábil e Auditoria pela INBRAPE/FECEA – Apucarana/PR. Pós-Graduação em Direito Previdenciário pela Damásio Educacional S/A. – Unidade Apucarana/PR. Cursando MBA Contabilidade, Compliance & Direito Tributário pela BSSP Centro Educacional. Contador na empresa Bortolloti Ind. e Com. de Móveis Ltda. (HB Móveis). Presidente da ACECA (Associação dos Contabilistas e Empresas Contábeis de Arapongas). Coordenador do Grupo de Estudos do SESCAP-PR (Regional Arapongas). Estando entre os 05 (Cinco) inscritos e aprovados para ocupa 02 (duas) cadeiras na Academia de Ciências Contábeis do Estado do Paraná (ACCPR) no ano de 2015. Estando entre os 04 (Quatro) inscritos e aprovados para ocupar 01 (uma) cadeira vaga na Academia de Ciências Contábeis do Estado do Paraná (ACCPR) no ano de 2017.

ffernandoam@brturbo.com.br
contabilidade@hbmoveis.com.br
há 6 anos Quarta-Feira | 12 novembro 2014 | 14:12

Boa tarde Lourival, tenho o link da pagina da petição que recebi da Fenacon:


clique aqui

William Carvalho
Soma Contabilidade
(16) 3667-7757 / 3667-7723
william@somacontabilidadesp.com.br
Cajuru-SP
há 6 anos Quarta-Feira | 12 novembro 2014 | 14:35

boa tarde, Lourival Escobar Martinez

este é link da PL na Câmara dos Deputados
PL 7512
Resumindo foi apresentada na reunião de hoje o parecer pela aprovação com emenda pelo Relator Dep. Jorge Côrte Real (PTB-PE), porém o Deputado Policarpo fez o pedido de Vista, para analisar, ele terá o prazo de 2 sessões para responder; é o que entendi, já li tanto ...

Infelizmente deverá passar por mais 2 Comissões, nós não temos mais tempo! o fim do ano está aí .... diversas empresas serão excluídas do Simples, não sei o que acontecerá os clientes não entendem, estou aflita, pedindo ajuda a Deus, enviando e-mail para diversas pessoas com os links da Petição, dos deputados responsáveis, da Fenacon do Ministério Público, etc

há 6 anos Quarta-Feira | 12 novembro 2014 | 15:45

Obrigado William e Adriana,

É verdade Adriana não temos mais tempo, e com o fim de ano se aproximando esse PL com certeza vai ficar mesmo para 2015 se realmente for aprovado.....acho que nossos políticos não estão levando a sério a dimensão desse problema.........acredito que muits pessoas irão perder o emprego por conta desse capricho da Receita Federal.......lamentável

há 6 anos Quarta-Feira | 12 novembro 2014 | 16:03

Vamos ficar atentos a todos os nomes dos políticos envolvidos nesse nosso problema, assim nas próximas eleições saberemos quem realmente nos ajudou.......nossa classe tem milhares de elitores....é bom eles saberem disso também........

há 6 anos Quinta-Feira | 13 novembro 2014 | 10:18

BOM DIA

Cruzando os dedos e aguardando.... as coisas estão piorando, cada dia um cliente ligando.


Projeto anula multa de empresa que não entregou guia do FGTS

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 7512/14, do deputado Laercio Oliveira (SD-SE), que anula os débitos tributários e as respectivas inscrições em dívida ativa da União de empresas que deixaram de entregar a Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social (Gfip).

Segundo o autor, a Receita Federal do Brasil (RFB) vem autuando as empresas brasileiras que deixaram de entregar as Gfips relativas aos anos de referência de 2009 a 2013. As multas variam entre R$ 200 e R$ 500.

“Apesar de serem estabelecidas em lei, as multas só foram aplicadas agora em razão da junção dos sistemas da Previdência Social e da Receita Federal, que resultou na integração dos bancos de dados da Dataprev e da Receita Federal. Assim, 2009 foi o primeiro ano a ser examinado, devendo ocorrer o mesmo nos anos seguintes, até 2015”, disse Oliveira.

O autor considera que a medida, além de danosa, não condiz com o simples caráter educacional das penalidades. “Devemos abrandar tais sanções financeiras e retificar as que já foram constituídas”, defendeu.

Para ele, não cabe alegar que a medida implica renúncia de receitas da União, pois os débitos de multas não podem ser considerados receita, já que acontecem excepcionalmente.

Como exemplo, Oliveira diz que, se uma empresa deixou de cumprir a obrigação, a multa chegará a R$ 6 mil em um ano e a R$ 30 mil ao longo de cinco anos. “Isso fatalmente inviabiliza a continuidade das atividades, gerando desemprego”, completou.

O projeto será analisado conclusivamente pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: Agência Câmara Notícias

http://www.affigueiredo.com.br/default.aspx?url=vernoticia.aspx?codnoticia=3232

Página 11 de 98
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.