x
2015-09-16T10:39:22-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 9.076

acessos 1.041.230

Simples Doméstico *** e-Social

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 13:19

Eu até consigo terminar a folha mas não estou conseguindo geras as guias. Estou desde a manhã tentando. Ele dá um erro de "Connection timed out"...cara é um absurdo isso. Os clientes estão pê da vida com isso e eu tb...é muita zueira do governo fazer isso. Dois anos para fazer esse programa e no fim é só problemas? Tá osso...

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 13:24

Paulo Marcelo Gouveia de Deus Murta,

Então, eu gostaria de printar a tela e te mostrar, mas agora estão todos os sites fora do ar, eSocial, EmpregadorWeb, Receita Federal está lenta....

Acho que deve chegar uma informação para nós a qualquer momento.

Só vendo para te ajudar, me desculpa.

Cordialmente
Roberta Rodrigues.
"Aquilo que repartir, multiplicar-se-á .Aquilo que não compartilhar, dividir-se-á e desaparecerá."
há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 13:28

Aos que conseguiram gerar a guia, algum de vocês já pagou?

Pergunto pq li em um grupo do facebook sobre as domésticas que o DAE só será aceito na Caixa Econômica Federal.

Alguém sabe se procede essa informação?

Obrigado!

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 13:30

Pessoal,
algum cliente de vocês já pagou essa guia?
Me disseram que um cliente foi pagar a guia do E-social e que não conseguiu porque não passa o código de barras, ou algo assim...
Só pra gente se alegrar um pouco mais com essa história...

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 13:32

Está impossível mesmo, consegui cadastrar a muito custo todas as domésticas na semana passada, agora eu consigo gerar o recibo, uma folha de pagamento que parece mais um informativo e o mais importante que é a guia até agora nem em sonhos...

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 13:36

Carla,

Estou com o mesmo problema que você, não aceitam a data de demissão, no meu caso, foi 29/10/2015.
Mas agora, o site, pelo menos pra mim, está fora do ar.

Cordialmente
Roberta Rodrigues.
"Aquilo que repartir, multiplicar-se-á .Aquilo que não compartilhar, dividir-se-á e desaparecerá."
há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 13:37

Já tentei acessar essa "coisa" que chamam de site, umas .9.999.999.999.999.999.999.999.999...........vezes!!
Não funciona, esse lixo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Quem vai bancar o psiquiatra, psicólogo e todos os remédios pra manter a gente mais ou menos sã, após tanta cretinice, incompetência, desrespeito, estupidez, arbitrariedade... dessa corja oficial....
Acho que só uma revolução pra sacudir esta província ridícula que virou nosso Ex-brasil!!!
Droga.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:01

Últimas Notícias: 04/11 - 13:43 h.

http://idg.receita.fazenda.gov.br/noticias/ascom/2015/novembro/receita-federal-aguarda-avaliacao-tecnica-do-serpro


Diante dos problemas que os empregadores vêm enfrentando nos últimos dias para emitir o Documento de Arrecadação do eSocial, a Receita Federal solicitou hoje ao Serviço Federal de Processamento de Dados - Serpro, uma avaliação técnica definitiva sobre os problemas de instabilidade no sistema.

Essa avaliação do prestador de serviço servirá de base para avaliação do Governo quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:03

Boa tarde Colegas!

Eu como muitos ainda não consegui gerar uma única guia sequer no Esocial. A cada momento é um novo erro.
Mas gostaria de esclarecer uma dúvida, tenho uma doméstica que tem horas extras e desconto 6% de vale transporte, no e-social já é possível cadastrar evento para horas extras e também para descontos como vale transporte e faltas? Se for por gentileza me passem qual a forma, pois já fiz algumas tentativas de cadastro mas sem sucesso. Obrigado.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:04

Boa tarde Colegas!

Eu como muitos ainda não consegui gerar uma única guia sequer no Esocial. A cada momento é um novo erro.
Mas gostaria de esclarecer uma dúvida, tenho uma doméstica que tem horas extras e desconto 6% de vale transporte, no e-social já é possível cadastrar evento para horas extras e também para descontos como vale transporte e faltas? Se for por gentileza me passem qual a forma, pois já fiz algumas tentativas de cadastro mas sem sucesso. Obrigado.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:05

Já perdi a conta de quantas ligações e visitas de clientes recebi hoje perguntando, o que fica em baixa é a credibilidade do escritório... Tenho mais de 60 empregadores domésticos e nenhum consegui gerar.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:13

Boa tarde Colegas!

Eu como muitos ainda não consegui gerar uma única guia sequer no Esocial. A cada momento é um novo erro.
Mas gostaria de esclarecer uma dúvida, tenho uma doméstica que tem horas extras e desconto 6% de vale transporte, no e-social já é possível cadastrar evento para horas extras e também para descontos como vale transporte e faltas? Se for por gentileza me passem qual a forma, pois já fiz algumas tentativas de cadastro mas sem sucesso. Obrigado.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:41

Boa tarde!! acabei de ver está matéria no G1, tomará que seja prorrogado mesmo, porque é impossível isso...afff.

04/11/2015 13h44 - Atualizado em 04/11/2015 14h11

Receita Federal cogita possibilidade de prorrogar prazo do eSocial
Órgão aguarda 'avaliação definitiva' do serviço de processamento de dados.
Empregadores enfrentam dificuldades para emitir guia; prazo é até sexta.

A Receita Federal indicou nesta quarta-feira (4) que poderá prorrogar o prazo do eSocial, Simples Doméstico, que unifica o pagamento dos tributos devidos aos empregados domésticos, como FGTS e INSS. O adiamento foi cogitado porque o prazo termina nesta sexta-feira (6) e muitos empregadores têm enfrentado problemas para emitir a guia dos tributos devidos aos empregados domésticos.
De acordo com o órgão, foi solicitada ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), uma "avaliação técnica definitiva" sobre a instabilidade do programa.
"Essa avaliação do prestador de serviço servirá de base para avaliação do Governo quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial", afirma a Receita, em nota.
Até a tarde desta terça-feira (3), a Receita havia descartado qualquer possibilidade de mudança na data. No entanto, disse que uma nova avaliação do programa seria feita e que se as falhas persistissem, poderia adotar algum altermativa para permitir a emissão das guias de pagamento.
"As pessoas não precisam se preocupar. Não vamos deixar as pessoas sem a possibilidade de poder pagar. Se tem algum lugar que se preocupa com o pagamento de impostos é a Receita Federal. Acreditamos que a evolução vai ser exponencial. Se não acontecer, vamos aplicar uma alternativa. Um plano. Vamos estudar qual é a alternativa mais fácil de cumprir sua obrigação. A Receita não vai deixar os contribuintes sem alternativa de pagar", disse nesta terça-feira o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Jung Martins.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:43

Boa tarde!! acabei de ver está matéria no G1, tomará que seja prorrogado mesmo, porque é impossível isso...afff.

04/11/2015 13h44 - Atualizado em 04/11/2015 14h11

Receita Federal cogita possibilidade de prorrogar prazo do eSocial
Órgão aguarda 'avaliação definitiva' do serviço de processamento de dados.
Empregadores enfrentam dificuldades para emitir guia; prazo é até sexta.

A Receita Federal indicou nesta quarta-feira (4) que poderá prorrogar o prazo do eSocial, Simples Doméstico, que unifica o pagamento dos tributos devidos aos empregados domésticos, como FGTS e INSS. O adiamento foi cogitado porque o prazo termina nesta sexta-feira (6) e muitos empregadores têm enfrentado problemas para emitir a guia dos tributos devidos aos empregados domésticos.
De acordo com o órgão, foi solicitada ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), uma "avaliação técnica definitiva" sobre a instabilidade do programa.
"Essa avaliação do prestador de serviço servirá de base para avaliação do Governo quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial", afirma a Receita, em nota.
Até a tarde desta terça-feira (3), a Receita havia descartado qualquer possibilidade de mudança na data. No entanto, disse que uma nova avaliação do programa seria feita e que se as falhas persistissem, poderia adotar algum altermativa para permitir a emissão das guias de pagamento.
"As pessoas não precisam se preocupar. Não vamos deixar as pessoas sem a possibilidade de poder pagar. Se tem algum lugar que se preocupa com o pagamento de impostos é a Receita Federal. Acreditamos que a evolução vai ser exponencial. Se não acontecer, vamos aplicar uma alternativa. Um plano. Vamos estudar qual é a alternativa mais fácil de cumprir sua obrigação. A Receita não vai deixar os contribuintes sem alternativa de pagar", disse nesta terça-feira o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Jung Martins.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:46

Boa tarde!! acabei de ver está matéria no G1, tomará que seja prorrogado mesmo, porque é impossível isso...afff.

04/11/2015 13h44 - Atualizado em 04/11/2015 14h11

Receita Federal cogita possibilidade de prorrogar prazo do eSocial
Órgão aguarda 'avaliação definitiva' do serviço de processamento de dados.
Empregadores enfrentam dificuldades para emitir guia; prazo é até sexta.

A Receita Federal indicou nesta quarta-feira (4) que poderá prorrogar o prazo do eSocial, Simples Doméstico, que unifica o pagamento dos tributos devidos aos empregados domésticos, como FGTS e INSS. O adiamento foi cogitado porque o prazo termina nesta sexta-feira (6) e muitos empregadores têm enfrentado problemas para emitir a guia dos tributos devidos aos empregados domésticos.
De acordo com o órgão, foi solicitada ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), uma "avaliação técnica definitiva" sobre a instabilidade do programa.
"Essa avaliação do prestador de serviço servirá de base para avaliação do Governo quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial", afirma a Receita, em nota.
Até a tarde desta terça-feira (3), a Receita havia descartado qualquer possibilidade de mudança na data. No entanto, disse que uma nova avaliação do programa seria feita e que se as falhas persistissem, poderia adotar algum altermativa para permitir a emissão das guias de pagamento.
"As pessoas não precisam se preocupar. Não vamos deixar as pessoas sem a possibilidade de poder pagar. Se tem algum lugar que se preocupa com o pagamento de impostos é a Receita Federal. Acreditamos que a evolução vai ser exponencial. Se não acontecer, vamos aplicar uma alternativa. Um plano. Vamos estudar qual é a alternativa mais fácil de cumprir sua obrigação. A Receita não vai deixar os contribuintes sem alternativa de pagar", disse nesta terça-feira o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Jung Martins.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:48

Boa tarde!! acabei de ver está matéria no G1, tomará que seja prorrogado mesmo, porque é impossível isso...afff.

04/11/2015 13h44 - Atualizado em 04/11/2015 14h11

Receita Federal cogita possibilidade de prorrogar prazo do eSocial
Órgão aguarda 'avaliação definitiva' do serviço de processamento de dados.
Empregadores enfrentam dificuldades para emitir guia; prazo é até sexta.

A Receita Federal indicou nesta quarta-feira (4) que poderá prorrogar o prazo do eSocial, Simples Doméstico, que unifica o pagamento dos tributos devidos aos empregados domésticos, como FGTS e INSS. O adiamento foi cogitado porque o prazo termina nesta sexta-feira (6) e muitos empregadores têm enfrentado problemas para emitir a guia dos tributos devidos aos empregados domésticos.
De acordo com o órgão, foi solicitada ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), uma "avaliação técnica definitiva" sobre a instabilidade do programa.
"Essa avaliação do prestador de serviço servirá de base para avaliação do Governo quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial", afirma a Receita, em nota.
Até a tarde desta terça-feira (3), a Receita havia descartado qualquer possibilidade de mudança na data. No entanto, disse que uma nova avaliação do programa seria feita e que se as falhas persistissem, poderia adotar algum altermativa para permitir a emissão das guias de pagamento.
"As pessoas não precisam se preocupar. Não vamos deixar as pessoas sem a possibilidade de poder pagar. Se tem algum lugar que se preocupa com o pagamento de impostos é a Receita Federal. Acreditamos que a evolução vai ser exponencial. Se não acontecer, vamos aplicar uma alternativa. Um plano. Vamos estudar qual é a alternativa mais fácil de cumprir sua obrigação. A Receita não vai deixar os contribuintes sem alternativa de pagar", disse nesta terça-feira o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Jung Martins.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:50

Boa tarde!! acabei de ver está matéria no G1, tomará que seja prorrogado mesmo, porque é impossível isso...afff.

04/11/2015 13h44 - Atualizado em 04/11/2015 14h11

Receita Federal cogita possibilidade de prorrogar prazo do eSocial
Órgão aguarda 'avaliação definitiva' do serviço de processamento de dados.
Empregadores enfrentam dificuldades para emitir guia; prazo é até sexta.

A Receita Federal indicou nesta quarta-feira (4) que poderá prorrogar o prazo do eSocial, Simples Doméstico, que unifica o pagamento dos tributos devidos aos empregados domésticos, como FGTS e INSS. O adiamento foi cogitado porque o prazo termina nesta sexta-feira (6) e muitos empregadores têm enfrentado problemas para emitir a guia dos tributos devidos aos empregados domésticos.
De acordo com o órgão, foi solicitada ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), uma "avaliação técnica definitiva" sobre a instabilidade do programa.
"Essa avaliação do prestador de serviço servirá de base para avaliação do Governo quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial", afirma a Receita, em nota.
Até a tarde desta terça-feira (3), a Receita havia descartado qualquer possibilidade de mudança na data. No entanto, disse que uma nova avaliação do programa seria feita e que se as falhas persistissem, poderia adotar algum altermativa para permitir a emissão das guias de pagamento.
"As pessoas não precisam se preocupar. Não vamos deixar as pessoas sem a possibilidade de poder pagar. Se tem algum lugar que se preocupa com o pagamento de impostos é a Receita Federal. Acreditamos que a evolução vai ser exponencial. Se não acontecer, vamos aplicar uma alternativa. Um plano. Vamos estudar qual é a alternativa mais fácil de cumprir sua obrigação. A Receita não vai deixar os contribuintes sem alternativa de pagar", disse nesta terça-feira o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Jung Martins.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 14:52

Boa tarde!! acabei de ver está matéria no G1, tomará que seja prorrogado mesmo, porque é impossível isso...afff.

04/11/2015 13h44 - Atualizado em 04/11/2015 14h11

Receita Federal cogita possibilidade de prorrogar prazo do eSocial
Órgão aguarda 'avaliação definitiva' do serviço de processamento de dados.
Empregadores enfrentam dificuldades para emitir guia; prazo é até sexta.

A Receita Federal indicou nesta quarta-feira (4) que poderá prorrogar o prazo do eSocial, Simples Doméstico, que unifica o pagamento dos tributos devidos aos empregados domésticos, como FGTS e INSS. O adiamento foi cogitado porque o prazo termina nesta sexta-feira (6) e muitos empregadores têm enfrentado problemas para emitir a guia dos tributos devidos aos empregados domésticos.
De acordo com o órgão, foi solicitada ao Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), uma "avaliação técnica definitiva" sobre a instabilidade do programa.
"Essa avaliação do prestador de serviço servirá de base para avaliação do Governo quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial", afirma a Receita, em nota.
Até a tarde desta terça-feira (3), a Receita havia descartado qualquer possibilidade de mudança na data. No entanto, disse que uma nova avaliação do programa seria feita e que se as falhas persistissem, poderia adotar algum altermativa para permitir a emissão das guias de pagamento.
"As pessoas não precisam se preocupar. Não vamos deixar as pessoas sem a possibilidade de poder pagar. Se tem algum lugar que se preocupa com o pagamento de impostos é a Receita Federal. Acreditamos que a evolução vai ser exponencial. Se não acontecer, vamos aplicar uma alternativa. Um plano. Vamos estudar qual é a alternativa mais fácil de cumprir sua obrigação. A Receita não vai deixar os contribuintes sem alternativa de pagar", disse nesta terça-feira o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Jung Martins.

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 15:23

Tenho um empregador que tem duas empregadas domesticas. Uma está ativa e a outra esta afastada motivo de licença maternidade.

A orientação no manual é: Para empregadas domésticas com afastamento por licença maternidade, o empregador
deverá informar o valor do salário contratual no campo "Remuneração Mensal", pois será
base de cálculo do FGTS e da Contribuição Previdenciária Patronal. No entanto, o valor da
Contribuição Previdenciária da segurada já vem descontado diretamente no benefício
recebido pela trabalhadora. Nesse caso, no momento de geração da guia única, o
empregador deverá editar o campo "1138-08 - CP Patronal - Empregado Doméstico" e
deduzir o valor que seria descontado dessa empregada, mas que já foi deduzido do
benefício. Consulte o Manual do eSocial para o Empregador Doméstico para maiores
esclarecimentos.

no caso desse empregador se for desmarcar ou deduzir o campo 1138-08, o esocial deduz das duas empregadas domesticas.

Quem pode me orientar nesse caso??

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 15:28

infelizmente isso só torna notório o que nós contadores e gestores temos que enfrentar vez em sempre com o Governo e sua enorme demanda de exigências tributárias.

A questão da dificuldade no cadastro e emissão das guias da domésticas no E-Social tomou grande proporção porque se trata de um assunto que atinge grande parte da população do país em geral, mas tenho certeza que as obrigações acessórias, a enorme carga tributária e os desafios de regras cumprimentos que nossa carreira enfrenta deviam ser, também, publicadas com mais veemência pelos nossos órgãos de classe e associações.

grande abraço aos guerreiros!

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 15:31

Joelma Cristina
se não me engano li sobre isso...e tu podes marcar de qual funcionário vai gerar a guia...
inclusive eventos...tu pode marcar e desmarcar...

talvez no manual eu tenha lido...não tenho certeza...mas tinha até a ilustração do passo a passo.

Att,
Aline Brasil
Tecg. Gestão em Recursos Humanos
há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 15:33

pessoal, este erro está aparecendo agora...será que devo me preocupar ou é problema do site?



Não foi localizado um evento para o recibo de entrega informado ou o mesmo foi excluído/retificado. Ação Sugerida: Deverá existir um Evento já recebido, "Ativo" (não excluído ou retificado), com número de recibo de entrega igual ao informado no campo.

Att,
Aline Brasil
Tecg. Gestão em Recursos Humanos
há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 15:39

Aline, este erro já aconteceu comigo mais ai atualizei a página e voltou ao normal.

Alguém sabe dizer porque no demonstrativo da guia não consta o valor de IRRF, sendo que a remuneração mensal lançada foi de R$ 2.496,96 , abatendo deste valor somente o INSS pois a empregada não tem dependentes cadastrados. No campo onde deveria constar o valor de IRRF esta zerado. Este erro aconteceu com mais alguém ?

há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 15:43

Pelo que parece,

A cada erro que eles tentar resolver no sistema, criam mais outros.

Mexe aqui, trava ali.

Conserta um problema, e aparece outro.

E nós, no meio desse fogo-cruzado.

Jorge Luiz Alves Bezerra
Supervisor, coordenador, palestrante, consultor
Legislação Trabalhista e Previdenciária

Site: http://www.jltreinamentoeconsultoria.blogspot.com
ASSINE NOSSA NEWSLETTER
email: jltreinamentoeconsultoria@gmail.com
há 5 anos Quarta-Feira | 4 novembro 2015 | 15:46

Luana e demais,

Pelo jeito esse aplicativo terá de ser reformulado, não é possível que a cada momento surja um erro novo, um problema diferente.

Aconselho a quem conseguiu gerar a guia tentar recolher já que tem relatos de que está dando erro até para pagar.

Jorge Luiz Alves Bezerra
Supervisor, coordenador, palestrante, consultor
Legislação Trabalhista e Previdenciária

Site: http://www.jltreinamentoeconsultoria.blogspot.com
ASSINE NOSSA NEWSLETTER
email: jltreinamentoeconsultoria@gmail.com
Página 46 de 306
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.