x

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 5

acessos 152

PROFISSIONAL DO DP PODE TRABALHAR COMO AUTÔNOMO?

Natália

Bronze DIVISÃO 5, Auxiliar Depto. Pessoal
há 1 semana Quarta-Feira | 6 outubro 2021 | 13:30

Prezados, me tirem uma duvida...

Se o profissional do Dp quiser trabalhar como autônomo, ele precisa de um CRC??? 
Ex: quando faço o envio da sefip, entro no conectividade pelo certificado do escritório, que é no nome do dono, contador. No caso uma necessita de crc para esses cadastros ou outro profissional pode fazer????

Daniel Albuquerque

Ouro DIVISÃO 3, Contador(a)
há 1 semana Quarta-Feira | 6 outubro 2021 | 14:23

Natalia,


Pra trabalhar como autônomo ele tem que ser registrado no conselho da classe CRC CONTADOR OU CRA caso seja um administrador, tem uns colegas que trabalha com departamento pessoal eles são registrados no CRA.

Eu mesmo presto serviços para algumas empresas somente a folha de pagamento, as empresas me repassaram uma procuração eletrônica para eu esta enviando as obrigações do setor.

Tú se tornas ETERNAMENTE responsavél, por aquilo que cativas!

Daniel Albuquerque

Ouro DIVISÃO 3, Contador(a)
há 1 semana Quinta-Feira | 7 outubro 2021 | 07:39

Natalia,

Se você for registrado no CRA tem o certificado digital e-cpf todo direitinho não tem problema, pelo menos os colegas na minha cidade que presta esse tipo de serviço também, somente departamento pessoal.

Tú se tornas ETERNAMENTE responsavél, por aquilo que cativas!

Daniel Albuquerque

Ouro DIVISÃO 3, Contador(a)
há 6 dias Domingo | 10 outubro 2021 | 13:41

Vinicius,

Pois tenho o meu e-cpf contador eu envio normalmente, um colega que tem CRA na qual tenho parceria também envia dos clientes dele normalmente.

Acredito que seja as permissões na hora da emissão da procuração pra você

Tú se tornas ETERNAMENTE responsavél, por aquilo que cativas!

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.