x

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 2

acessos 240

Estorno FGTS Digital

Caroline

Caroline

Iniciante DIVISÃO 2, Assistente Depto. Pessoal
há 2 semanas Segunda-Feira | 8 julho 2024 | 10:04

Bom dia a todos!

Estou com um problema, trabalho no DP e ao fechar a folha de uma empresa e enviar a guia de FGTS a responsável me comunicou que a nova funcionária havia faltado um dia e pediu para que eu refizesse o calculo da folha e consequentemente da guia de FGTS, enviei a guia porém por descuido, ela acabou pagando as duas guias, em vez de somente a segunda, com o valor correto. Ao procurar na aba de "estorno" do FGTS Digital, o valor disponível é o valor de diferença entre as duas guias, e não o valor inteiro da primeira guia, paga por engano. Alguém sabe como eu faço para proceder?

Visitante não registrado

Iniciante DIVISÃO 1
há 1 semana Terça-Feira | 9 julho 2024 | 09:50

Agradeço pela sua pergunta. Que Deus sempre abençoe seu trabalho e lhe conceda grandes conquistas.

Segundo a legislação brasileira, é necessário solicitar a restituição do valor pago em duplicidade através da Circular CAIXA nº 832/2018. Para isso, acesse o Conectividade Social, preencha o formulário de solicitação de restituição e anexe os comprovantes de pagamento. O valor de estorno disponível é apenas a diferença; a restituição integral deve ser solicitada diretamente.

Espero que esta resposta tenha esclarecido sua dúvida!

LUCIANO DE OLIVEIRA, ADVOGADO
Especialista em Direito Tribuário, Empresarial e do Trabalho
@dr.luciano.adv (instagram)
Oculto
 (whastapp)
259º

Caroline

Caroline

Iniciante DIVISÃO 2, Assistente Depto. Pessoal
há 1 semana Quinta-Feira | 11 julho 2024 | 09:39

Bom dia Luciano, agradeço a sua resposta, eu preciso que haja a restituição do valor inteiro da primeira guia que ela pagou. No caso, ela precisa ir diretamente à uma agencia da caixa com os comprovantes?  

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.