x

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 926

acessos 135.556

Ricardo Guirland Carvalho

Bronze DIVISÃO 5, Contador(a)
há 1 ano Sexta-Feira | 8 junho 2018 | 17:37

É absurdo, um desrespeito com nossa profissão!!
enquanto isso nossas entidades de classe só dizem "sim senhor" e nós correndo de um lado para outro.

que nojento isso.

Ricardo Carvalho
Santa Maria/RS

Jackson Fernandes

Iniciante DIVISÃO 2, Analista Sistemas
há 1 ano Quarta-Feira | 13 junho 2018 | 14:38

Boa tarde, tudo bem?

Sei que pode não ser o lugar para perguntar, porém sou de uma empresa de sistemas e temos poucos clientes, porém um de nossos clientes ultrapassou a faixa de 78 milhões.

Esse meu cliente é produtor rural, CPF, e não envia a ECD? Estamos enviando as informações deles com CPF e até então não tivemos nenhum erro, porém ao tentar consultar as informações na página do E-Social, aparece apenas o empregado doméstico vinculado ao CPF.

Vocês conseguiriam me tirar essa dúvida se esse meu cliente era obrigado mesmo, ou se será obrigado apenas agora na fase 2, com o CAEPF?

Desculpa por postar a dúvida aqui, porém estamos desesperados aqui e não sabemos o que fazer.

Claudia Buzzo Bini

Prata DIVISÃO 2, Contador(a)
há 51 semanas Segunda-Feira | 18 junho 2018 | 10:28

Bom dia Vitor,

Os produtores rurais, pessoa física, com até 7 empregados, poderão fazer o cadastro pelo portal, a ser liberado em 26/06.
Sobre o CAEPF nada ainda...

Vitor Valbusa Caetano dos Santos

Prata DIVISÃO 2
há 51 semanas Segunda-Feira | 18 junho 2018 | 13:28

Obrigado Claudia, sua informação valeu muito.

Acabai de receber uma resposta da RFB sobre o CAEPF.

"Em atenção à sua manifestação, esta ouvidoria informa que, de acordo com a equipe técnica da Receita Federal, responsável pelo assunto, o CAEPF (Cadastro de Atividades Econômicas da Pessoa Física) ainda se encontra em fase de projeto, com expectativa de entrar em produção no início do segundo semestre de 2018.

Dessa forma, esclarece-se que quando o registro do CAEPF for obrigatório terá a sua divulgação na página da Receita Federal do Brasil e do e-Social.

Disponha dos serviços desta ouvidoria, sempre que julgar necessário, para encaminhar sugestões, reclamações, denúncias ou elogios relativos aos serviços prestados pelo Ministério da Fazenda ou pela Secretaria da Receita Federal.


Atenciosamente,

Ouvidoria-Geral do Ministério da Fazenda

Este é um E-mail automático. Por favor, não responda.
Para entrar em contato, utilize o serviço:
[../../livre/mensagem/CadastroManifestacaoInternet.so]Registre aqui sua Mensagem ou [../../livre/mensagem/PesquisarManifestacaoInternet.so]Consulte aqui sua Mensagem, localizado no Portal da Ouvidoria do Ministério da Fazenda."

Vitor Valbusa Caetano dos Santos

Prata DIVISÃO 2
há 51 semanas Terça-Feira | 19 junho 2018 | 10:04

Bom dia Michele,

Na minha opinião o e-social e a RFB não trabalham em harmonia, porque a RFB fala que o CAEPF ainda não é obrigatório e será liberado no inicio do segundo semestre de 2018, só que já estamos no segundo semestre e até agora nada. E os meus testes no e-social retornam com a mensagem de erro "CAEPF invalido". Então no e-social ele já é obrigatório para quem tem CEI e é produtor rural PF.

A palavra de cada um é diferente. O que não é obrigatório para um, se faz necessário para o outro.

Eu vou é pra praia fazer miçanga e largar essa burocracia toda. kk

Claudia Buzzo Bini

Prata DIVISÃO 2, Contador(a)
há 51 semanas Quarta-Feira | 20 junho 2018 | 09:34

Luiz Claudio, bom dia

Também trabalho somente com produtor rural, pessoa física.
Não vai conseguir fazer testes, pois o CAEPF também não foi liberado nada ainda.
Parece que a partir de 26/06, a RFB vai liberar o portal para fazer codigo de acesso, pessoas fisicas com até 7 empegados, poderão transmitir pelo portal.

Thiago Lucio Ramos

Prata DIVISÃO 1, Assistente Depto. Pessoal
há 50 semanas Terça-Feira | 26 junho 2018 | 16:47


Vandro Fagundes

O que foi mudado recentemente, foi que as empresas com faturamento até R$ 4,8 mi poderão entrar opcionalmente na fase 1 e 2, e obrigatoriamente na fase 3, ou seja em novembro/2018.
Acredito que os demais continua do mesmo jeito. Para janeiro/2019 somente para os órgãos públicos.

Atenciosamente,
Thiago Lúcio Ramos

Vandro Fagundes

Prata DIVISÃO 5, Assistente Depto. Pessoal
há 50 semanas Quarta-Feira | 27 junho 2018 | 07:58

Thiago bom dia.

Ainda não foi publicado no DOU, mas já tem na internet novo faseamento do eScocial constando "pessoa física" para 01/2019... grupo de wats, facebook e por aí vai

Contabilidade Franco

Rua Misseno de Pádua 589 SL 307
Centro - Lavras/MG


Claudia Buzzo Bini

Prata DIVISÃO 2, Contador(a)
há 50 semanas Quarta-Feira | 27 junho 2018 | 09:23

Thiago Lucio Ramos, bom dia

Uma amiga enviou a consulta que fez na ouvidoria:

Resposta à Mensagem 1093095

Sr(a) Renata

Em atenção à sua manifestação, esta ouvidoria informa que, de acordo com a equipe técnica da Receita Federal, responsável pelo assunto, o CAEPF (Cadastro de Atividades Econômicas da Pessoa Física) ainda se encontra em fase de projeto, com expectativa de entrar em produção no início do segundo semestre de 2018.

Dessa forma, esclarece-se que quando o registro do CAEPF for obrigatório terá a sua divulgação na página da Receita Federal do Brasil e do e-Social.

Disponha dos serviços desta ouvidoria, sempre que julgar necessário, para encaminhar sugestões, reclamações, denúncias ou elogios relativos aos serviços prestados pelo Ministério da Fazenda ou pela Secretaria da Receita Federal.



Atenciosamente,

Ouvidoria-Geral do Ministério da Fazenda

Este é um E-mail automático. Por favor, não responda.
Para entrar em contato, utilize o serviço:

Vandro Fagundes

Prata DIVISÃO 5, Assistente Depto. Pessoal
há 50 semanas Quarta-Feira | 27 junho 2018 | 09:33

NOVO CRONOGRAMA DO ESOCIAL

Nos próximos dias será publicado a Resolução oficial no site do eSocial com a informação do novo cronograma.

Pessoas físicas estarão obrigadas somente em Janeiro 2019.
Micro, Pequenas empresas e MEI poderão aderir ao eSocial obrigatoriamente a partir de novembro, acumulando as informações, ou seja, quem optar por informar somente em novembro deverá enviar a 1° fase (Cadastro do empregador e tabelas), 2° fase (Eventos não periódicos) e 3° fase (eventos periódicos) - Tudo no mês de novembro.
Portanto será opcional a entrada em 16/07/2018.

Sugestão: Não deixem para última hora..as informações acumularão e as rotinas também, em novembro temos a primeira parcela do 13° salário, eSocial, Fechamento da folha de pagamento, entre outras rotinas.

Fonte: Palestra CRC/SC e Receita Federal

Contabilidade Franco

Rua Misseno de Pádua 589 SL 307
Centro - Lavras/MG


Dyone Pereira

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 50 semanas Sexta-Feira | 29 junho 2018 | 10:48

Bom dia,

Alguma novidade sobre o CAEPF?

e sobre a RFB liberar o portal para fazer codigo de acesso, RURAIS com até 7 empegados, está funcionando, é obrigatório transmissão por la?

Vandro Fagundes

Prata DIVISÃO 5, Assistente Depto. Pessoal
há 50 semanas Sexta-Feira | 29 junho 2018 | 11:19

Bom dia.

Tenho apenas essas informações:

http://idg.receita.fazenda.gov.br/noticias/ascom/2018/junho/nova-fase-do-esocial-a-vez-das-pequenas-empresas


eSocial

Contabilidade Franco

Rua Misseno de Pádua 589 SL 307
Centro - Lavras/MG


Vitor Valbusa Caetano dos Santos

Prata DIVISÃO 2
há 50 semanas Sexta-Feira | 29 junho 2018 | 13:50

Boa tarde a todos,

Segue o link do nosso amigo Vandro:

http://idg.receita.fazenda.gov.br/noticias/ascom/2018/junho/nova-fase-do-esocial-a-vez-das-pequenas-empresas

Na parte do texto "As empresas que não possuem empregados deverão acessar anualmente o eSocial para informar que possuem nenhuma atividade que as obriguem a escrituração."

Então empresa que só tem a retirada Pro-labore precisa entrar no e-social uma vez no ano e mandar essa informação? Mas o e-social não vai substituir a GFIP futuramente? A informação da GFIP, mesmo para empresas só com retirada pró-labore, é mensal. Alguém pode esclarecer por favor?

Página 2 de 32

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.