x

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS ESTADUAIS/MUNICIPAIS

respostas 664

acessos 96.784

Paulo Alberto Rodrigues Ferreira

Ouro DIVISÃO 1, Técnico Contabilidade
há 13 anos Quarta-Feira | 24 outubro 2007 | 14:48

Pessoal, mesmo as NOTAS FISCAIS que não terem CPF ou CNPJ terão que ser lançadas no sistema? ou somente as Notas Fiscais que tiverem?

Ou agora toda Nota Fiscal deve ser obrigatória ter CPF ou CNPJ do Contribuinte?

Abraços

Paulo Alberto
Técnico em Contabilidade
"Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar"

Depto Fiscal - Pérolla Contabilidade

Iniciante DIVISÃO 3, Auxiliar Escrita Fiscal
há 13 anos Quinta-Feira | 25 outubro 2007 | 09:39

Pessoal, bom dia!!!

A Nota Fiscal Paulista está mesmo uma loucura, pois muitos clientes pensam que naum terão que aderir pelo fato da atividade não estar direcionada á consumidor final... Mas como ja sabemos todas empresas terão que aderir e escriturar duas vezes as Notas fiscais (trabalho dobrado) emitidas pois conforme um Seminário que tive na minha cidade com o Auditor do DEAT de Jundiaí, terão que ser informados todas as notas fiscais emitidas no mês sendo elas com CPF ou sem CPF pois as Notas Fiscais sem destaque de CPF serão direcionadas á entidades sem fins lucrativos... Fora as empresas RPAs que terão 4 dias para informar a Nota Fiscal emitida.
Espero que essa história de repassar o crédito aos consumidores não seja como o combustível naquela época em que até hoje tem pessoas com processos judiciais para receber...
Sinceramente as Pessoas Físicas tbm estão com receio ao informar o CPF pois será que o que eu gasto em compras e etc... Vai bater com meu imposto de renda? ??? É pessoal o circo está se fechando mesmo para todos.

Acessem a Portaria CAT 85/2007 - Ela está bem explicita.....

Um ótimo dia de Trabalho!!!!!!

Ricardo Rodrigues Becaro

Prata DIVISÃO 1, Auxiliar Administrativo
há 13 anos Sexta-Feira | 26 outubro 2007 | 09:56

Olá bom dia, concordo plenamente com voçê, além de nosso trabalho dobrar, realmente esses creditos vão retornar aos consumidores eu to so esperando pra ver, tenho mesmo conceito que isso vai ser pra cruzar informações com IRPF, cada ano que passa eles estão fechando o cerco, pegando os minimos detalhes, fazer o que sobra pra nos, esse ano foi o ano as mudanças foram constantes...

Abraços a todos e bom trabalho.

Reinaldo Hassen Junior

Ouro DIVISÃO 1, Representante
há 13 anos Quinta-Feira | 1 novembro 2007 | 11:49

Boa tarde Roberto!

Se puder enviar para reijunio@gmail.com terei prazer em anexar ao tópico para os demais freqüentadores poderem baixar, evitando o trabalho de enviar e-mails um por um.

Abraço!

Antes de perguntar, pesquise;
Após receber uma resposta, classifique-a;
Ajude na corrente do fórum: Quando fizer uma pergunta, busque dar também uma resposta.

Depto Fiscal - Pérolla Contabilidade

Iniciante DIVISÃO 3, Auxiliar Escrita Fiscal
há 13 anos Quinta-Feira | 1 novembro 2007 | 11:56

Bom Dia, Pessoal!!! segue em anexo uma mensagem que recebi hoje... Sempre recebo materias novas, se quiserem deixar os emails relacionados mando pra vcs tbm.... Bom Trabalho á Todos e um ótimo final se semana....

Nota Fiscal Paulista será implantada em bares, padarias e lanchonetes
Implantação em novos estabelecimentos começa nesta quinta-feira (1º).
Comerciante que não aderir ao programa será multado em R$ 1.423 por nota.
Depois de um mês de implantação nos cerca de 24 mil estabelecimentos classificados como restaurantes no estado, a partir desta quinta-feira (1º), o programa Nota Fiscal Paulista será implantado em outros 106 mil pontos de comércio e serviços de São Paulo.

Desta vez deverão se inscrever padarias e confeitarias com predominância de produção própria; padarias e confeitarias com predominância de revenda; bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas; lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares; serviços ambulantes de alimentação; fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para empresas; serviços de alimentação para eventos e recepções, como bufe; cantinas; fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar.


O programa pode garantir ao consumidor descontos em vários impostos como o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)

Em dezembro, será a vez do comércio varejista relacionado a saúde, esporte e lazer se adaptar ao novo sistema de emissão de nota fiscal. Quando o cronograma for cumprido, em maio de 2008, a previsão da Secretaria da Fazenda é de que 750 mil estabelecimentos estarão trabalhando com a nova nota. O objetivo do governo com o programa é incentivar o consumidor a exigir do estabelecimento comercial a emissão da nota.

Os comerciantes do setor de bares, lanchonetes e padarias que não se adequarem ao programa até o final de novembro poderão ser multados. A multa é de R$ 1.423 por nota fiscal não emitida.

Até as 16h da terça-feira (30), penúltimo dia de adesão dos restaurantes ao programa, o site da Nota Fiscal Paulista registrava o cadastro de 23.597 estabelecimentos, representando 98% do total.



Saiba como fazer
1) Ao realizar uma compra, o consumidor deverá informar ao prestador do serviço o seu CPF ou CNPJ, este último no caso de empresa, e solicitar a nota fiscal ou a nota fiscal on-line (documento emitido e armazenado eletronicamente em sistema da Secretaria da Fazenda).


2) O vendedor deve registrar a compra no sistema da loja e emitir um cupom fiscal ou gerar no site da Secretaria da Fazenda a nota fiscal on-line. No caso de notas comuns, ele terá um prazo de dez dias para fazer essa transmissão de dados para o governo. Caso não cumpra a determinação, fica sujeito à multa de R$ 500 por documento não registrado no sistema.

3) Após o recolhimento do ICMS relativo a um mês pelo empresário, o consumidor receberá automaticamente os créditos do imposto. Esse recolhimento de tributos deverá ser feito até o dia 15 do mês posterior à compra.


4) O consumidor escolhe como quer ter o imposto de volta: em depósito na conta corrente, para abater o valor da fatura do cartão de crédito, pagar o Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ou mesmo transferir o valor para terceiros. O crédito é válido por cinco anos.


5) Também existe a possibilidade de destinar os créditos a instituições filantrópicas, através do cadastramento do CNPJ no site da Secretaria da Fazenda. Para isso, basta que o consumidor no ato da compra deixe em branco o espaços destinado ao preenchimento do campo CPF do contribuinte.


6) Para consultar o crédito ou optar pela forma de recebimento, o consumidor deve entrar no site Nota Fiscal Paulista e se cadastrar. O governo solicitará dados como CPF, nome, data de nascimento e CEP. Depois, o usuário pode criar uma senha para acessar o sistema. Caso queira, ele também poderá solicitar à Secretaria da Fazenda que envie por e-mail cópias das notas fiscais transmitidas.

7) Caso o consumidor verifique que alguma das notas fiscais recebidas não foi creditada na secretaria, ele deverá exigir do vendedor o envio da nota, ou ainda, prestar queixa na secretaria.

Patrícia Araújo/G1
Cupom fiscal emitido após instalação do programa Nota Fiscal Paulista (Foto: Patrícia Araújo/G1)
8) Não terão direito aos créditos as empresas que tiverem o ICMS sujeito ao regime periódico de apuração, órgãos ou entidades de administração pública direta ou indireta, aquisições não tributadas, ou seja, mercadorias isentas do imposto, e documentos inaptos apresentados, ou seja, que estiverem, de alguma forma, em desacordo com o solicitado pela Secretaria da Fazenda. Também não será permitida a utilização dos créditos por contribuintes inadimplentes com o governo do estado.

Inspiração

A Nota Fiscal Paulista foi inspirada na Nota Fiscal Eletrônica da Prefeitura de São Paulo, implantada em junho de 2006. Até o início de outubro, prestadores de serviço na cidade emitiram 100 milhões de notas, com arrecadação de R$ 3,4 bilhões em ISS. Desse total, R$ 154 milhões vão voltar para a população em forma de crédito para abatimento no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Sandra Carvalho

Prata DIVISÃO 3, Analista
há 13 anos Quinta-Feira | 1 novembro 2007 | 13:01

Boa tarde,


Para fazer a adesão quando a empresa já tem o cod. e senha do posto fiscal , é entrar no site e confirmar os dados da empresa que já existe algumas informações e digitar as que estão faltando e salvar.

Seria só isso a adesão?

Grata.

Marco Balthazar

Prata DIVISÃO 1, Encarregado(a) Fiscal
há 13 anos Segunda-Feira | 5 novembro 2007 | 16:02

Pessoal, uma empresa cuja à atividade é permitida para efeito de enquadramento ao Simples Nacional - CANE 1099-6/99, só que para o efeito do programa da Secretaria da Fazenda Estadual "Nota Fiscal Paulista", ela não aparece na tabela de CANE's (Página 01), ela então.:


Está desobrigada à escrituração dessas NF's?!


Atenciosamente,

Marco Balthazar

Bruno Puntel de Carvalho

Bronze DIVISÃO 4, Auxiliar Depto. Pessoal
há 13 anos Quarta-Feira | 7 novembro 2007 | 10:07

Pessoal, o problema não é apenas o lançamento repetitivo que terá de ser feito, em relação ao faturamento das empresas, mas a transmissão dos dados é que está dando dor de cabeça, pois as empresas ou escritórios de contabilidade, terão de adquirir, um programa que gere os arquivos TXT, para que dps, seja transmitido os arquivos para a Sefaz.

Se alguém conhecer outro procedimento por favor avisem!!!!

Obrigado,

Bom dia a todos

Roberto de Azevedo Lima

Prata DIVISÃO 1, Contador(a)
há 13 anos Quarta-Feira | 7 novembro 2007 | 10:12

Pessoal ,

Quanto a nota fiscal paulista que está causando a maior dor de cabeça da empresas de Software e contabilistas , acredito que para boa parte dos clientes o melhor tipo de documento fiscal a ser adotado seria A NOTA FISCAL ONLINE, pois assim as informações ficam armazenadas no site da secretaria sem necessidade de enviar arquivos , claro que cadas empresa tem um caracteristica , mais na medida do possivel vamos ter que orientar nossos clientes e investirem e computadores afim de de adequar a nova realidade.
Abraços
Roberto

Bruno Puntel de Carvalho

Bronze DIVISÃO 4, Auxiliar Depto. Pessoal
há 13 anos Quarta-Feira | 7 novembro 2007 | 10:26

Bom dia
Maria Tereza, o problema é que qnd pós o lançamento das notas no sitema do sefaz, eles não geram um arquivo pra ser transmitido, pelo que estou a apurar, teríamos de contratar um novo software só para poder gerar esses arquivos.

Bruno Puntel de Carvalho

Bronze DIVISÃO 4, Auxiliar Depto. Pessoal
há 13 anos Quarta-Feira | 7 novembro 2007 | 14:47

É ai a situação complica pois o sistema deles não permite vc gerar esse arquivo, sendo assim o contribuinte fica impossibilitado de transmitir a informação.
Pois o sistema não finciona como a D.Simples por exemplo.

Bruno Puntel.

Bruno Puntel de Carvalho

Bronze DIVISÃO 4, Auxiliar Depto. Pessoal
há 13 anos Quinta-Feira | 8 novembro 2007 | 09:26

Pessoal, mais uma informação sobre a polêmica de gerar os arquivos em TXT, segundo a SEFAZ/SP, em sua página na parte de perguntas e respostas, lá fica bem claro que não haverá necessidade de ter um software específico para gerar esses arquivos (essa informação também consta no manual), então podemos presumir que o sistema deles é que está inconstante, e se por ventura as empresas vierem a ser multadas ou penalizadas, isso poderá ser tido como incorreto, pois não foi falta do contribuinte de informar ao SEFAZ/SP, mas sim esse não forneceu a ferramenta correta para a transmissão desses dados.

Se mais alguém souber de alguma novidade post.

Bom dia a todos!!!!!

Silvana Cardoso

Bronze DIVISÃO 3, Técnico Contabilidade
há 13 anos Sábado | 10 novembro 2007 | 20:12

eu lancei todas as notas, lancei uma nota 2 vezes e nao consigo apagar, o sitema nao permite, para lançar 230 documentos eu gastei mais de 5 horas foi terrivel, isso nao pode estar acontecendo. e agora como transmitir ou ja que lancei no site da fazenda nao preciso transmitir, se alguem tiver mais alguma novidade por favor post, pelo calendario o oitavo digito do meu CNPJ É 1 ou seja dia 10, já lancei tudo e agora? qual o proximo passo? no sistema eu consigo ver o arquivo, mas nao tem opcao transmitir, estou perdida.

Depto Fiscal - Pérolla Contabilidade

Iniciante DIVISÃO 3, Auxiliar Escrita Fiscal
há 13 anos Segunda-Feira | 12 novembro 2007 | 09:37

Bom dia, Pessoal

Quanto a questão de transmitir, vc já resgistrou a Nota Fiscal não precisa fazer mais nada ela já ta registrada ( mesagem que aparece em verde:. Nota fiscal registrada ) na Sefaz pelo que o pessoal da secretaria da Fazenda me disse no 0800 da Nota Fiscal Paulista, se vc ta com problemas ligue lá eles são bem atenciosos e ajudam bastante uma que eu naum sabia era refernte á Nota fiscal Modelo 1 e eles que me informaram que ainda elas não estão na Lei então não tenho obrigação de Informá -la.

Liga lá:. 0800-170110

Bruno Puntel de Carvalho

Bronze DIVISÃO 4, Auxiliar Depto. Pessoal
há 13 anos Terça-Feira | 13 novembro 2007 | 08:53

Bom dia!!!
Em resposta a Thais, acho que nenhum software contabil está adaptado com campo CPF/CNPJ, para preenchimento e exposrtar esses dados no formato exigido pelo SEFAZ/SP.

Se estiver enganado me desculpem...
mas o sistema utilizado aqui, não está adaptado.
Uma curiosidade, alguém já conseguiu gerar esses arquivos T.X.T.?

Quem conseguiu, um bom atendimento e sanar as suas dúvidas ligando para o 0800, deu sorte pois quem me atendeu lá, não tinha a menor idéia, do que falava.

Abraços e fiquem com Deus!

Depto Fiscal - Pérolla Contabilidade

Iniciante DIVISÃO 3, Auxiliar Escrita Fiscal
há 13 anos Terça-Feira | 13 novembro 2007 | 13:43

Bom dia,Pessoal

Em resposta ao que o Bruno disse, no meu caso fui muito bem atendida pelo pessoal do 0800 da Sefaz / SP, quanto ao envio TXT como eu não havia dito que tinha feito, não o fiz mesmo... somente registrei nota por nota pq realmente não é uma Legislação que foi publicada em um dia com vigorização em outro, ela foi publicada e já entrou em vigor, nós já entramos em contato com nossos clientes e as empresas RPAs irão transmitir toda informação... pois eles tem 4 dias para informar a Nota emitida.... e as empresas simples nós vamos cadastrar por aqui.... O Sistema que eu uso no escritório já está sendo adaptado para geração do respectivo arquivo TXT... Agora vamos ver o que vai dar... Mas que não é facil nao é mesmo....

Ro

Ouro DIVISÃO 1, Auxiliar Escrita Fiscal
há 13 anos Terça-Feira | 13 novembro 2007 | 14:24

Infelizmente sempre acaba sobrando pra nós funcionários dos escritórios...eu acabei de ligar no 0800 e a única informação que consegui obter é que eu devo ler a portaria cat 85/2007 e a 98/2007!!!eu acesso o sistema e começo a digitar a nota só que não consigo sair da 1ª nota??o pior que temos prazo né??

"Sonhos não morrem, apenas adormecem na alma da gente."
Chico Xavier

Bruno Puntel de Carvalho

Bronze DIVISÃO 4, Auxiliar Depto. Pessoal
há 13 anos Terça-Feira | 13 novembro 2007 | 15:02

Oi Thais, Boa tarde, o problema é a disponibilidade dos clientes em gerar essas notas on line, pois a maioria deles não estão preparados para esse processo, e não tem os equipamentos necessários para isso....
Em relação ao sistema, o jeito vai ser esperar as atualizações dos programas....

Abraços!!!!

Alfredo Gomes

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 13 anos Terça-Feira | 13 novembro 2007 | 17:07

boa tarde pessoal

Alguém saberia me informar se o posto fiscal já disponibilizou um modelo de nota fiscal D1 para ser confeccionado pelas Gráficas após esse projeto da Nota Fiscal Paulista?

Ao confeccionar a nota deve ter campo para preenchimento do nome e CPF do cliente do estabelecimento. Não encontrei nada sobre isso.

Página 2 de 23
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.

Ajude a divulgar o nosso Congresso de Contabilidade.

Inscreva-se e compartilhe

Salve a imagem e compartilhe em suas redes sociais.