2015-02-17T12:56:11-02:00
x

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 2.558

acessos 389.175

há 25 semanas Quarta-Feira | 19 junho 2019 | 11:20

BOM DIA 
preciso de ajuda no seguinte caso :
tenho uma empresa do lucro presumido que gerou PIS a recolher menor que 10 reais e não consegui gerar darf para pagamento, a empresa emite notas fiscais de serviço de valores baixos e com pouca frequência, isso aconteceu nos meses de 10/2018 e 12/2018 ai agora na competência 04/2019 juntou todos esses valores acumulados e gerou um DARF para pagamento de R$ 11,18 dos três meses. minha duvida é como eu vou informar o pagamento dos meses anteriores que só foram pagos agora ?

Att,

Joseilma Matias
Administradora de empresas - Especialista em Direito administrativo e gestão pública.
A serviço no Ativa Contabilidade e Consultoria
há 25 semanas Quarta-Feira | 19 junho 2019 | 11:40

Em cada um dos meses que gerou débitos inferiores a 10,00 reais você irá informa-los nas suas respectivas DCTF.

No mês em que no acumulado gerou a guia acima de 10 reais você vai informar no campo "valor do débito" o valor menor de 10 reais referente a aquele mês. Dentro do demonstrativo de pagamentos você vai informar o valor pago da guia (valor cheio, aquele acima de 10 reais) e no campo a direita, chamado "valor pago do débito" você novamente irá informar o valor referente a aquele mês.

A "sobra" a RFB vai entender que se referem aos meses anteriores em que você informou valores menores de 10 reais e não houve recolhimento.

há 25 semanas Quarta-Feira | 19 junho 2019 | 16:45

Rodrigo Gonçalves
Obrigada pela ajuda 

Att,

Joseilma Matias
Administradora de empresas - Especialista em Direito administrativo e gestão pública.
A serviço no Ativa Contabilidade e Consultoria
há 25 semanas Sexta-Feira | 21 junho 2019 | 09:24

Bom dia! Minha questão é a seguinte:

Em janeiro/2019 foi feita a DCTF zerada da Empresa, logo, não precisaria enviar as DCTF's posteriores. Acontece que foi descoberto que havia IRRF 0588 a pagar de janeiro, fevereiro e março, foram gerados os DARF's e pagos em junho.

Minhas dúvidas são:

- Eu retifico a DCTF de janeiro e faço o envio de fevereiro, março e  abril(que foi o mês que não teve movimento)?

- Como eu lanço o pagamentos destes DARF's na DCTF? Eu lanço na DCTF de junho marcando os períodos de apuração anteriores ou quando for enviar as DCTF's atrasados eu já lanço os pagamentos dos DARF's nelas e não lanço nada em junho? 

Obrigado desde já!

Moderador
há 24 semanas Sexta-Feira | 21 junho 2019 | 12:30

Bom dia!

- Eu retifico a DCTF de janeiro e faço o envio de fevereiro, março e  abril(que foi o mês que não teve movimento)?
Isso mesmo. Você deverá retificar a DCTF Mensal de Janeiro/2019 e, enviar as DCTF's de Fevereiro/2019 e Março/2019.
Se Abril/2019 realmente não tiver débitos à declarar, entrega essa competência volta e enviar somente no mês que tiver débitos à declarar (lembrando que em Janeiro de cada ano é obrigatório a entrega).

- Como eu lanço o pagamentos destes DARF's na DCTF? Eu lanço na DCTF de junho marcando os períodos de apuração anteriores ou quando for enviar as DCTF's atrasados eu já lanço os pagamentos dos DARF's nelas e não lanço nada em junho? 
Você informa os débitos e os pagamento na competência de cada um. Não há campo na DCTF para informar a data do pagamento.
Se pagou em atraso (Junho/2019), somente irá informar os valores da multa e juros pagos pelo atraso.

Sempre pesquise antes de postar
Visite o meu Facebook.
***CCB
há 8 semanas Quinta-Feira | 17 outubro 2019 | 18:15

BOA TARDE!
A Abertura de uma Igreja conforme o CADASTRO NACIONAL DA PESSOA JURÍDICA, é da data situação cadastral dia  (ato constitutivo) 11/06/2019; porém a data de entrada: documento básico de entrada do CNPJ (efetivação), é do dia 26/08/2019.
Estou tentando transmitir a primeira DCTF. AO TRANSMITIR ME APARECE O SEGUINTE ERRO: foi marcada a opção inicio de atividade ou surgimento de nova pj em razão de fusão ou cisão no mÊs indevidamente.
Por gentileza, podem me ajudar?!
A data a ser preenchida no campo dados iniciais da DCTF: DATA:----/---/---- ... COLOCO A DATA DO ATO CONSTITUTIVO
OU DA EFETIVAÇÃO?
OBS; NÃO É SITUAÇÃO ESPECIAL.
OBS; ESTOU SEGUINDO O QUE DIZ A NORMA: DE DISPENSA DA DCTF MENSAL : As pessoas jurídicas  em inicio de atividades, referente ao período compreendido entre o mês em que forem registrados seus atos constitutivos até o mês anterior
àquele em que for efetivada a inscrição no CNPJ.
(subentendi que a data que eu devo colocar é 26/08/2019, porém me aparece o erro que descrevi)

Moderador
há 7 semanas Sexta-Feira | 18 outubro 2019 | 11:36

Andria,
Bom dia! A data não seria "01/08/2019"? Pois entendi que só seria diferente do dia "01", caso o registro do ato constitutivo e a inscrição no CNPJ fossem no mesmo mês.

Período InicialO Programa Gerador da DCTF Mensal assume como padrão o primeiro dia do mês, mas
trata-se de campo alterável para os casos de PJ que resultou de cisão ou fusão,
de PJ que sofreu cisão parcial ou realizou evento de incorporação no mês ou de
PJ que teve sua inscrição no CNPJ efetivada no mesmo mês em que seus atos
constitutivos foram registrados, quando o evento ocorrer em dia diferente.

há 4 semanas Quinta-Feira | 14 novembro 2019 | 15:51

Boa tarde!
Não prestei atenção e na divisão de cotas de CSLL, ficou divida em 3 cotas em valor inferior a R$1.000,00.
E todas foram pagas, na hora de informar na DCTF, me da erro dizendo que as cotas não pode ser inferior a R$1.000,00 cada, minha duvida é como prosseguir para entrega da DCTF?

Lembrando que paguei as 03 cotas no valor de R$993,27, cada.
Pagamentos efetuados em:
31/07/2019
30/08/2019
30/09/2019

Moderador
há 3 semanas Quinta-Feira | 21 novembro 2019 | 14:07

Tamiris Alcantara,
Boa tarde! O IRRF (inclusive sobre o trabalho assalariado) faz parte da lista de impostos que devem ser declarados na DCTF, no caso da empresa/entidade estar obrigada a apresentar a declaração.

Página 87 de 87
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.