x
2020-12-09T11:30:17-03:00

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 2

acessos 58

Sobre vantagem em emissão de notas fiscais para comprovação de renda e obtenção de crédito

há 6 semanas Quarta-Feira | 9 dezembro 2020 | 11:30

Muito bom dia! 

Peço, antecipadamente, desculpas se não estou postando isso no lugar correto. Fiz uma busca pelo fórum e não achei lugar mais adequado para postar minha dúvida, que abrange algumas questões específicas.

Vamos lá.

Eu trabalho com aulas particulares online de inglês e também como revisor (MEI) para uma empresa da minha cidade. Para essa empresa eu sou obrigado a emitir Nota Fiscal e meu rendimento anual não vai ultrapassar a quantia que me obrigaria a para Imposto de Renda (R$2.000,00 por mês eu ganho nessa empresa).

O que eu gostaria de saber é se seria vantagem emitir nota fiscal a todos os meus alunos (o que faria meu rendimento mensal total declarado ficar entre R$4.000,00 e R$5.000,00 e me obrigaria a fazer a declaração de IR, se não estou enganado) com vistas a obter mais crédito em instituições financeiras. 

O pró seria conseguir comprovar mais renda para obtenção de mais crédito, já que, por meio das notas fiscais, eu conseguiria comprovar mais renda, e isso valeria para conseguir mais créditos (estou certo?).

O contra seria ter que pagar o imposto de renda.

O que seria mais vantajoso, então: emitir as notas, declarar tudo e conseguir mais crédito OU me manter abaixo da linha de obrigatoriedade de pagamento do IR, o que me faria não ter que pagar isso, mas ter menor crédito disponível? Haveria alguma outra vantagem fiscal em declarar tudo?

Muito obrigado desde já! Essa é uma dúvida que carrego comigo há um bom tempo já.

há 6 semanas Quarta-Feira | 9 dezembro 2020 | 14:19

Boa tarde

Se vc precisa do crédito, vc não tem escolha, é obrigado a comprovar renda e isso implica em emitir todas as notas.

Se vc não precisa do crédito, não faça apenas para ficar OK com o governo, vc perde muito com imposto.

Minha opinião.

Abç

Telma, empresária, escritório contábil.

Professora , Contadora, MBA em Controladoria, Lato Sensu em Direito Tributário, MBA em Gestão de Pessoas, Coaching e Liderança.
Cursos via vídeo com exercício e apostilas, msgs no privado.
há 3 semanas Domingo | 27 dezembro 2020 | 23:24

Buenas, meus amigos.
Em primeiro lugar eu acho que deveríamos tomar cuidado com as perguntas e com as respostas que a gente dá na internet.
Em segundo lugar a situação hipotética que tu nos elencaste não deveria existir no mundo real, rs.
O MEI está dispensado de emitir notas fiscais p PF, mas deve ter o controle de todos os seus fluxos, logo se você prestou o serviço ele deve ser informado na sua declaração, do contrário você estaria cometendo sonegação, então a princípio vejo que não existiria problema em tu informar tais rendimentos na tua DECLARAÇÃO ANUAL DO MEI, e fazer o mesmo na tua declaração de IRPF.

Com relação ao faturamento, o MEI pode faturar até 81mil, no seu caso na declaração de ajuste até 32% do faturamento do MEI pode ser distribuído de forma isenta, logo se você faturou 60mil, 19,2 mil pode ser distribuído de forma isenta.
O mei paga INSS s/ 1 SALÁRIO MÍNIMO logo, 1045 x 12 = 12.540
Então só com o pgto do pró-labore 1sm e distribuição de lucros isenta você tem 31740 de renda declarada, então dos 60mil você desconta esses 31.740 que você já passou p PF e todos os seus custos p manutenção do seu negócio, e digamos que o valor do seu lucro seja ainda de 20mil, então dependendo você iria pagar um valor irrisório em cima da diferença. 
Já que neste exemplo que eu dei o valor tributável p IR seria apenas o valor do seu pró-labore mais os 20mil de lucros não isentos de IR, totalizando 32540 e no total você teria de renda comprovada 50540.
Pró-labore = 12.540
Rendimentos isentos = 19,2mil
Rendimentos não isentos = 20mil

Então de fato vejo que por tu ser prestador de serviços compensa muito mais tu declarar tudo certinho e ter um comprovante de renda válido do que tu sonegar estes rendimentos, afinal tu vai ter problemas não apenas na concessão de créditos, mas também futuramente na tua variação patrimonial, acho que pelos fatores que elenquei nesse cálculo hipotético e superficial o vlr que tu pagaria seria de fato bem pequeno, pois tu ficaria muito próximo da faixa de isenção.

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.