x

Greve de fiscais da Receita Federal pode afetar restituição do IR

A paralisação dos auditores da Receita Federal vai afetar a liberação dos lotes de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). O Sindicato dos

23/05/2006 00:00:00

2,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

A paralisação dos auditores da Receita Federal vai afetar a liberação dos lotes de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) . O Sindicato dos Auditores-fiscais da Receita Federal (Unafisco São Paulo) alertou que muitas declarações, que estão ou entraram na malha fina, podem sofrer atraso na análise que é realizada por auditores fiscais. A paralisação, que teve início em 2 de maio, já afetou a liberação dos lotes de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física -dos anos-base 2003-2004 que ainda estão em verificação de malha. As declarações do ano-base de 2005 que caírem na malha 2005 também poderão sofrer atrasos a depender da duração da greve. Os lotes referentes ao Imposto de Renda de 2006 (ano-base 2005) têm liberação automática e são formados pelas declarações que não são selecionadas pelos parâmetros da malha fina. A malha fina é o cruzamento de informações eletrônicas parametrizadas, como rendimentos assalariados, de aluguéis e ganhos de capital e despesas com dependentes, despesas médicas, de instrução, etc. Quando a declaração é selecionada, o auditor-fiscal faz a auditoria individualizada da declaração. De acordo com Silvana Campos, diretora de comunicação do Unafisco São Paulo, a greve é por tempo indeterminado, pois o governo federal ainda não se manifestou a respeito das reivindicações apresentadas pela classe. "O governo sabe que não pode ficar sem negociar. Perdas milionárias estão estimadas, nos portos, aeroportos e fronteiras do País por conta da falta de fiscais", disse. "Desde 2004 aprovamos o Plano de Carreira que não foi enviado até hoje pelo governo para a Câmara, há cinco meses procuramos diálogo, mas nada", afirma Silvana Campos.

Fonte: CRC-SP

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.