x
CONTEÚDO notícias

Ministro Lupi participa de comemoração aos 45 anos do FGTS

De janeiro de 2003 a agosto de 2011, trabalhadores sacaram mais de R$ 315 bilhões.

24/11/2011 07:41:44

1,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Brasília, 23/11/2011 – O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, participou nesta quarta-feira (23), de evento em comemoração aos 45 anos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) , organizado pela Caixa Econômica Federal. Lupi apresentou os valores que o FGTS injetou na economia nos últimos 9 anos, num total de R$ 488,9 bilhões.
 
De janeiro de 2003 a agosto de 2011, foram sacados mais de R$ 315 bilhões pelos trabalhadores. Na área de Habitação, Saneamento, e Infraestrutura Urbana, o Fundo investiu  R$ 107,9 bilhões. Para a Habitação para famílias com renda até R$ 3,1 mil, houve investimento de R$ 18,80 bilhões. O pagamento de expurgos dos Planos Verão e Collor II, por decisão do Supremo Tribunal Federal, custaram ao fundo R$ 30,1 bilhões. O patrimônio do Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS) está hoje em de R$ 17,08 bilhões.
 
Segundo o ministro, esses valores representam, diretamente, crescimento econômico para o país. “Os números demonstram a importância do Fundo. É o maior e mais importante fundo das Américas que pertence ao trabalhador. É dinheiro do trabalhador que volta para o trabalhador, por meio da casa própria e principalmente, de novos empregos. O FGTS reflete o ciclo da economia: quanto mais gente estiver trabalhando, mais gente estará comprando, mais gente estará vendendo e conseqüentemente, haverá mais depósito no FGTS”, afirmou o ministro.
 
Lupi também destacou a importância do Conselho Curador do FGTS. “O Conselho tem o objetivo de proteger o patrimônio do trabalhador. A responsabilidade e a eficácia com as quais o Conselho dirige o FGTS, fazem do Fundo o sucesso que ele é hoje. Fico muito feliz e orgulho por fazer parte, como presidente, há cinco anos, do Conselho do FGTS”.
 
Também integraram a mesa o vice-presidente de Gestão de Pessoas da Caixa, Sérgio Pinheiro, o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias, Fábio Ferreira Cleto e o secretário-executivo do Ministério das Cidades, Roberto Muniz.

Fonte: Assessoria de Imprensa do MTE

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.