x

Economia

Trabalhador que não quer retirar R$ 500 do FGTS poderá comunicar decisão a partir do dia 9

Condição de "desfazimento" estará disponível nos canais de atendimento do site, internet banking e aplicativo do banco

07/08/2019 13:44:00

24.335 acessos

Trabalhador que não quer retirar R$ 500 do FGTS poderá comunicar decisão a partir do dia 9

A partir do dia 9 de agosto, a Caixa Econômica Federal começará a receber a comunicação dos trabalhadores que não quiserem sacar os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) , nas condições do saque emergencial. Segundo o banco, 33 milhões de clientes que têm poupança terão seus valores (R$ 500 por conta vinculada) creditados automaticamente, caso não se manifestem em contrário. A condição de "desfazimento" estará disponível nos canais de atendimento do site, internet banking e aplicativo do banco.

Caso o trabalhador não queira retirar o recurso, será necessário informar a decisão em um dos canais divulgados pelo banco, até 30 de abril de 2020. Desta forma, os valores não sacados serão devolvidos à conta vinculada ao FGTS.
Já os trabalhadores que não têm conta na Caixa não precisam fazer o comunicado. Se não quiserem retirar recursos do Fundo de Garantia, basta não comparecer para o saque. Assim, o dinheiro será mantido no conta vinculada do FGTS.
No caso de saque-aniversário, que possibilitará retiradas anuais de percentuais do Fundo, o trabalhador terá que comunicar a adesão ao sistema na Caixa Econômica Federal. Se aderir, abrirá mão do saque do FGTS em caso de demissão sem justa causa.
Correntistas serão os primeiros a receber

Os beneficiários da Caixa que têm caderneta de poupança serão os primeiros a receber o dinheiro já a partir do dia 13 de setembro. Já os trabalhadores com conta-corrente ou poupança conjunta, abertas até 24 de julho deste ano, poderão optar pelo crédito automático do valor do saque emergencial na conta indicada. Se fizerem esta opção até o dia 25 de agosto, receberão o dinheiro de acordo com o mesmo calendário previsto para o crédito nas contas poupança.

Os trabalhadores com conta-corrente no banco que fizerem a opção de crédito em conta após 25 de agosto receberão o dinheiro na conta indicada a partir de 18 de outubro, de acordo com sua data de aniversário, seguindo o calendário divulgado pela Caixa. O mesmo acontecerá com os novos clientes do banco.
 
Veja o calendário
De acordo com o calendário de pagamento de saque do FGTS, os nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril que têm poupança no banco serão os primeiros beneficiados, podendo retirar o dinheiro a partir de 13 de setembro.

Os poupadores nascidos em maio, junho, julho e agosto poderão sacar parte do saldo a partir de 27 de setembro. Quem tem caderneta na Caixa e nasceu nos meses setembro, outubro, novembro e dezembro terá o saque permitido a partir do dia 9 de outubro.
  • Depósito para quem tem poupança na Caixa

- Aniversário em janeiro, fevereiro, março e abril: 13 de setembro de 2019
- Aniversário em maio, junho, julho e agosto: 27 de setembro de 2019
- Aniversário em setembro, outubro, novembro e dezembro: 9 de outubro de 2019

  • Para quem não tem poupança na Caixa

- Aniversário em janeiro: 19 de outubro de 2019
- Aniversário em fevereiro: 25 de outubro de 2019
- Aniversário em março: 8 de novembro de 2019
- Aniversário em abril: 22 de novembro de 2019
- Aniversário em maio: 6 de dezembro de 2019
- Aniversário em junho: 18 de dezembro de 2019
- Aniversário em julho: 10 de janeiro de 2020
- Aniversário em agosto: 17 de janeiro de 2020
- Aniversário em setembro: 24 de janeiro de 2020
- Aniversário em outubro: 7 de fevereiro de 2020
- Aniversário em novembro: 14 de fevereiro de 2020
- Aniversário em dezembro: 6 de março de 2020
Confira o passo a passo no aplicativo

Os clientes da Caixa, com caderneta de poupança ou conta conta-corrente, podem usar o aplicativo do banco para verificar o saldo do FGTS e as contas, ativas ou inativas, a serem sacadas. Para isso, é preciso baixar o aplicativo e cadastrar uma senha. Ao abrir o sistema, o trabalhador terá várias opções, como saldo da conta, aplicações e recursos. Há uma aba referente ao "FGTS e INSS". É preciso clicar na opção "FGTS".
Além de "Extrato" e "Créditos complementares", agora também há a opção "Saque Imediato FGTS". Esse link mostra o valor a ser recebido por cada conta do Fundo de Garantia, ativa ou inativa.
Se o trabalhador tiver uma caderneta de poupança, o aplicativo já indica a data do crédito automático e a conta na qual valor será depositado.
Se for conta-corrente, indica o número da conta, a data em que o crédito deverá ser feito e os valores. Além disso, oferece uma opção para o correntista autorizar o depósito automático.
Em todos os casos, o app pede a autorização para o envio de informações sobre FGTS, saldos, depósitos e rendimentos por meio de mensagens no celular.

Pollyanna Brêtas 

Fonte: EXTRA

MATÉRIAS RELACIONADAS

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.