x
CONTEÚDO notícias

Fila

Aplicativo Caixa Tem é atualizado após instabilidades

Usuários que utilizam app do Caixa Tem para acessar benefícios como o auxílio emergencial têm enfrentado longas filas e instabilidades.

07/07/2020 17:15:02

55,1 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Aplicativo Caixa Tem é atualizado após instabilidades

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira, 7, uma atualização no aplicativo Caixa TEM para corrigir falhas na ferramenta. Durante toda a semana, usuários usaram as redes sociais para apontar filas intermináveis para acesso ao app e falha na conclusão de operações bancárias.

O Caixa Tem é fundamental para uso dos recursos repassados pelo governo federal durante a crise do novo coronavírus, seja do Auxílio Emergencial ou da liberação dos R$ 1.045 do FGTS. Os repasses são depositados na Poupança Social Digital, acessada pelo app.

Fila de acesso

O banco afirma que aumentou para 72 horas o período de sessão do aplicativo nesta nova atualização, o que faz com que o usuário não precise entrar novamente na fila de acesso para uma nova operação.

Os relatos publicados nas redes sociais desde a última segunda-feira, 29, davam conta de que cada usuário podia levar três horas para acessar sua conta e, a cada erro de validação de cadastro ou falha de pagamento, retornava para o início da fila.

Ainda assim, nesta terça-feira, usuários reclamavam de dificuldades com o app. "Devido à magnitude de acessos, média de 500 mil usuários por hora, podem ocorrer intermitências momentâneas em alguns serviços", diz a Caixa em nota.

Caixa TEM

Desde sábado, 27, e até 4 de julho, novas parcelas do Auxílio Emergencial estão sendo depositadas nas contas da poupança social digital, acessada pelo Caixa TEM, para os três lotes de inscritos no programa.

Na segunda-feira, 29, primeiro dia de problemas, houve dificuldades de acesso enquanto começou a liberação emergencial dos novos saques do FGTS para nascidos em janeiro. O crédito em conta para 4,9 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro, somavam mais de R$ 3,1 bilhões.

Na quinta-feira, 2, iniciou-se o calendário de novos pagamentos do Auxílio Emergencial, em que 6,8 milhões de trabalhadores receberam o benefício.

Contudo, diversos usuários relataram problemas durante o uso do aplicativo. Procurada na ocasião, a Caixa diz que clientes e beneficiários estão conseguindo concluir as operações, apesar das intermitências.

"A Caixa esclarece que nesta primeira semana de julho, em que ocorrem os processamentos de fechamento e início de mês, somados aos lançamentos dos créditos dos benefícios emergenciais e folhas de pagamento mensais, alguns serviços podem apresentar intermitência momentânea", disse o banco.

Nos dias seguintes, os mesmos problemas seguiram conforme depósitos do Auxílio Emergencial foram depositados. Na segunda-feira, 6, uma nova liberação emergencial do FGTS foi feita, com crédito em conta para de trabalhadores nascidos em fevereiro. Novamente, houve registros de problemas.

Com a atualização do aplicativo, a expectativa é que a fila e as instabilidades sejam reduzidas.

Informações: G1

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.