x
CONTEÚDO notícias

Fraude

FGTS emergencial: Grupos criminosos estão roubando R$ 1.045 de trabalhadores

Criminosos se cadastram com nome e CPF do trabalhador no aplicativo do Caixa Tem.

24/10/2020 11:00:01

12,3 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

FGTS emergencial: Grupos criminosos estão roubando R$ 1.045 de trabalhadores

Mais de R$ 2 milhões são desviados por mês em fraudes envolvendo os pagamentos emergenciais do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) .

Os criminosos se cadastram com o CPF e nome do trabalhador no aplicativo do Caixa Tem e informam um e-mail falso, acessando o dinheiro logo em seguida.

Os dados acabam caindo na mão dos bandidos por descuido dos usuários, que, muitas vezes, clicam em links estranhos e são atraídos por anúncios falsos.

A técnica é conhecida como “phishing” e serve como caminho para uma série de roubos virtuais.

Segundo o jornal O Globo, a Polícia Federal prendeu sete suspeitos de integrarem quadrilha para fraudar os saques emergenciais do FGTS e do PIS.

Segurança

A Caixa diz que os acessos fraudulentos não atingem 1% do total de pagamentos no mês, atualmente em R$ 6 bilhões, e que está reforçando os controles contra fraudes do tipo.

Ainda assim, a falta de instrumentos de segurança no momento de acesso ao app e a simplicidade na exigência de documentos (somente CPF, data de nascimento e nome da mãe) são um problema.

Quem for vítima dessas fraudes terá de procurar a Caixa e fazer a contestação.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.