x

Abono salarial

PIS/Pasep: mais de 3 milhões de brasileiros ainda não resgataram benefício; saiba como sacar

O valor do benefício pode chegar a um salário mínimo por ano de trabalho e ajudar famílias que têm sofrido por conta da redução da renda e do auxílio emergencial.

06/04/2021 09:40:01

28,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

PIS/Pasep: mais de 3 milhões de brasileiros ainda não resgataram benefício; saiba como sacar

O abono salarial, PIS/Pasep, ainda não foi sacado por mais de 3 milhões de brasileiro. O valor do benefício pago pode chegar a um salário mínimo e, nesse momento de crise do país, pode ajudar consideravelmente os brasileiros.

Tem direito ao saque quem trabalhou com carteira assinada ou como funcionário de órgão público em 2019 ou antes disso e não sacou os valores. O abono pode ser resgatado até 30 de junho na Caixa Econômica ou no Banco do Brasil.

O valor máximo a receber é de R$ 1.100, pago a quem trabalhou com registro ao longo de todo o ano-base. O menor pagamento previsto é de R$ 92, para quem trabalhou por apenas um mês dentro desse período.

Saque PIS/Pasep

Para saber quanto tem a receber e fazer a solicitação dos valores, o trabalhador deve encontrar o NIS (Número de Identificação Social) ou o NIT (Número de Identificação do Trabalhador) na carteira de trabalho ou no extrato do FGTS.

Esse número pode ser solicitado também à Caixa, para quem tem registro em carteira, ou ao Banco do Brasil, para quem trabalha em órgãos públicos. Outra forma de encontrar o número do PIS/Pasep é acessando o site do Cnis.

O PIS, pago aos trabalhadores registrados em carteira, pode ser acessado e solicitado pelo aplicativo Caixa Trabalhador no celular ou pelo site www.caixa.gov.br/abonosalarial. É possível ainda solicitar atendimento gratuito pelo telefone 0800 726 0207.

O dinheiro é transferido para a conta da Caixa Econômica em nome do beneficiário e pode ser movimentado pelo cartão do banco. Para quem não tem conta corrente na Caixa, é possível solicitar que o dinheiro seja transferido para a conta digital do aplicativo Caixa Tem, que tem sido usado para o auxílio emergencial.

Para o servidor público, o benefício pode ser acessado pelo site www.bb.com.br/pasep, pelo telefone 0800 729 0722 ou na agência do Banco do Brasil, via atendimento pessoal ou no caixa eletrônico. O banco tem estimulado a ida dos beneficiários aos caixas eletrônicos para evitar aglomeração dentro das agências.

Abonos não sacados

De acordo com a Caixa Econômica, cerca de 887 mil brasileiros não fizeram o saque do PIS referente ao ano de 2019. O valor chega a R$ 625 milhões - referente apenas ao último ano-base. 

Com relação aos anos anteriores, de 2018 para trás, cerca de 1,9 milhão de brasileiros não fizeram o resgate do abono e o valor não retirado está em R$ 1,2 bilhão.

O abono de 2019 para trabalhadores de órgãos públicos, o Pasep, está disponível para 208 mil pessoas, somando R$ 96 milhões, segundo o Banco do Brasil. Há ainda R$ 295 milhões represados referente ao período anterior, não recolhidos por 367 mil beneficiários.

A partir de 2022, o pagamento do abono que era feito ao longo do ano todo, será concentrado no primeiro semestre, segundo definiu o Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador), na última terça-feira (23).

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.