x

PIS/PASEP

PIS/Pasep: saiba como encontrar o número para o abono salarial

O número do PIS/Pasep é cadastrado para o trabalhador quando faz a carteira de trabalho

12/07/2021 10:00:01

3,2 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

PIS/Pasep: saiba como encontrar o número para o abono salarial Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Com o Programa de Integração Social (PIS) , o empregado da iniciativa privada com carteira assinada tem acesso aos benefícios estipulados por lei e ainda colabora para o desenvolvimento das empresas do setor. 

Paralelamente à criação do PIS, a Lei Complementar n° 8/1970 instituiu o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), com fundos destinados aos empregados do setor público, que recebem por meio do Número de Identificação do Trabalhador (NIT).

Quem trabalha sob o sistema CLT recebe pelos PIS e os concursados públicos pelo PASEP, com o registro os trabalhadores podem chegar a receber anualmente até um salário mínimo a mais pagos pelos bancos públicos. 

O benefício é concedido com o cumprimento de alguns requisitos, conforme explicado abaixo. Apesar de ser um direito, é necessário que o empregado faça a solicitação. Sem o pedido, os valores ficam retidos.

Onde encontrar o número PIS/Pasep

Sabendo da importância do número, o trabalhador precisa saber como localizá-lo para garantir os seus direitos.

O número pode ser encontrado na carteira de trabalho, seja escrito, seja com o código grampeado. A consulta pode ser feita online pelo site do CNIS. No site, seleciona a área do “Cidadão”, depois “Inscrição” e então “Filiado”. Digite os dados pessoais solicitados e o número será informado em um pequeno quadro à direita da tela.

Quem tem direito

Tem direito ao abono os colaboradores que trabalharam com carteira assinada ou como funcionário público no ano passado por pelo menos 30 dias, receberam em média dois salários mínimos por mês e tem inscrição no PIS/Pasep há no mínimo cinco anos.

O valor do saque varia de acordo com o tempo trabalhado, com valor máximo de R$1.100 (salário mínimo vigente em 2021) e a quantia poderá ser retirada nas agências da Caixa por colaboradores do setor privado e no Banco do Brasil pelos funcionários públicos.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.