x

Abono salarial

PIS/Pasep: trabalhadores deixaram de sacar R$ 24,5 bilhões no banco

Saiba como consultar o seu saldo e veja se você tem algum valor a receber do PIS/Pasep.

29/08/2021 09:00:01

16,4 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

PIS/Pasep: trabalhadores deixaram de sacar R$ 24,5 bilhões no banco Pexels

Cerca de R$ 24,5 bilhões deixaram de ser sacados por trabalhadores que têm direito ao abono salarial do PIS/Pasep. 

O dinheiro poderia ser retirado até 30 de junho de 2021. Portanto, quem não realizou os saques, terá que esperar o próximo ano.

Os quase R$ 25 bilhões estão divididos da seguinte forma:

  • R$ 22,8 bi de cotas do fundo Pis/Pasep, já extinto, e repassados ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ;
  • R$ 1,2 bi do abono salarial não sacados em outros anos;
  • R$ 448,4 milhões de abono salarial do atual calendário, referente ao ano-base 2019;

Como consultar saldo do PIS

Os trabalhadores podem consultar o saldo do PIS pelo site da Caixa Econômica Federal ou pelo aplicativo Caixa Trabalhador.

No site, o cidadão deve informar o número do NIS, CPF ou email e senha de acesso. Caso não se lembre, é possível recuperá-la.

Uma vez conectado, basta selecionar a opção ‘PIS’ e depois clicar em ‘Consulta e pagamento’. Na tela, será exibido o valor do próximo depósito a ser feito.

Já pelo aplicativo, é preciso acessar o menu abono salarial e selecionar o exercício vigente.

O saldo do PIS também pode ser consultado via ligação telefônica. O número disponibilizado pela Caixa é o 0800 726 0207.

Como consultar saldo do Pasep

Já na internet o Pasep pode ser consultado por funcionários públicos no site do Banco do Brasil. Basta digitar o número do Pasep ou CPF e data de nascimento, marcar a caixa de seleção “Não sou um robô” e clicar em “Confirmar”.

Via ligação telefônica, o número a ser discado é 0800 729 00 01. Para mais informações, é prudente acessar bb.com.br/pasep.

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.