x

NOVO GOLPE

Golpistas invadem contas do Caixa Tem e retiram saque-extraordinário do FGTS

Entenda o novo golpe que utiliza dados dos usuários para sacar até R$1.000 do FGTS 2022.

03/06/2022 10:00:01

27,7 mil acessos

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp

Golpistas invadem contas do Caixa Tem e retiram saque-extraordinário do FGTS Foto: Ariadne/Public Domain Pictures

Um novo golpe que utiliza os dados pessoais dos trabalhadores para acessar o aplicativo Caixa Tem e retira o valor disponível referente ao saque-extraordinário do FGTS 2022 está preocupando os brasileiros, que correm risco de perder os R$1.000 depositados em conta.

Com a liberação do saque-extraordinário, a Caixa Econômica Federal, responsável pelo depósito das quantias, libera o valor, seguindo o cronograma, em uma conta criada automaticamente para o colaborador no aplicativo da Caixa Tem.

Para acessar o app, basta criar um login com os dados pessoais, informando CPF, nome completo, celular, data de nascimento, CEP e e-mail. Com esses dados já será possível criar uma senha e acessar a conta.

Embora sejam informações pessoais, são dados facilmente descobertos pelos golpistas, que procuram o vazamento dos documentos em diversas plataformas e conseguem acessar a conta.

Os beneficiários que nunca sequer acessaram o app podem ser vítimas do golpe, pois somente com os dados pessoais é possível acessar a conta e fazer o saque.

Para fazer a retirada do depósito em caixas eletrônicos ou lotéricas, os golpistas utilizam um código gerado no app Caixa Tem, sem a necessidade de apresentação de qualquer documento.

Sobre o tema, a Caixa informa em nota que emprega mecanismos como validação de dados e de documentos, autenticação por senha e segundo fator de autenticação para aprimorar a segurança de seus sistemas, e que os aperfeiçoa continuamente segundo práticas de mercado e formas de operação encontradas por fraudadores e golpistas.

Como evitar o golpe do saque-extraordinário do FGTS

Para evitar o vazamento dos dados pessoais e o acesso ao aplicativo Caixa Tem, confira algumas dicas:

  • Atenção no compartilhamento de dados: evite digitar dados pessoais e senhas em sites desconhecidos ou fornecê-las por telefone, whatsapp e outros.
  • Desconfie de e-mails e sms estranhos: cuidado com comunicações informais alegando ser o banco e pedindo a confirmação de dados;
  • Links suspeitos: o clique em links falsos pode permitir que os golpistas acessem seu aparelho ou computador e coletem informações;
  • Baixe somente o app oficial do Banco na loja do seu smartphone, evite links da internet para o download;
  • Permissão de outros aparelhos: a Caixa não pede o desbloqueio ou cadastramento em novos smartphones, cuidado se receber esse tipo de comunicação.

Como contestar o saque de golpistas

Se o usuário detectou uma movimentação estranha na sua conta e o saque-extraordinário foi retirado, o primeiro passo é contestar a retirada junto à Caixa, apresentando documento com foto.

A formalização do golpe também é importante, por isso é recomendado que o cliente faça um Boletim de Ocorrência, devendo ser apresentado junto ao banco.

Se a fraude for comprovada, o valor será ressarcido ao beneficiário.

 

VER COMENTÁRIOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.