Contábeis o portal da profissão contábil

13
Dec 2017
04:57

Trabalhista

10 itens da reforma trabalhista que você precisa informar ao empresário

A Lei n° 13.467/2017 a chamada reforma trabalhista entra em vigor agora no próximo dia 11 de novembro, porém muitos empresários estão desinformados e desconhecem os impactos diretos que a reforma permitirá no seu negócio.

10/11/2017 11:41

6.106 acessos

Esse artigo visa elucidar em 10 itens o que considero de mais importante:

1) Férias fracionadas:
Desde que haja concordância do empregado as férias poderão ser divididas em até 03 períodos, mas nenhum deles oide ter menos do que 05 dias, e um dos períodos deve ter pelo menos 14 dias.

2) Intervalo de almoço:
Esse intervalo poderá ser negociado, respeitando-se o limite mínimo de 30 minutos, porém para haver essa redução no intervalo deve-se existir cláusula na convenção coletiva, e se não houver deve ser autorizado pelo Ministério do Trabalho.

3) Intermitente:
O trabalhador poderá ser pago por período trabalhado, recebendo pelas horas ou diária. Mantém-se direitos relativos à férias, FGTS, INSS e 13° salário proporcional.
No período em que não estiver prestando serviços para uma empresa o trabalhador poderá prestar serviços a outros contratantes.

4) Home office:
Será devidamente formalizado através do contrato de trabalho, inclusive eventuais equipamentos e gastos com energia e internet e o controle de trabalho será feito por tarefa.

5) Negociações coletivas:
Prevalência do negociado sobre o legislado, além de previsão de acordos individualizados de livre negociação para empregados com instrução de nível superior e salário mensal igual ou superior a 02 vezes o limite máximo dos benefícios do INSS.

6) Pedido de Demissão (acordo):
O contrato poderá ser extinto de comum acordo, com pagamento de metade do aviso prévio e metade da multa de 40% sobre o saldo do FGTS, o empregado poderá sacar até 80% do FGTS mas não terá direito à seguro desemprego. Na prática esse item visa acabar com os acordos que aconteciam de forma ilegal.

7) Rescisão na empresa:
Poderá ser feita na empresa. O prazo para pagamento das verbas rescisórias se unifica em 10 dias para qualquer modalidade de rescisão contratual.

8) Banco de horas:
Poderá ser pactuado por acordo individual com prazo de até 6 meses e sem homologação no sindicato, ou por acordo coletivo com prazo de até 1 ano e homologação do acordo coletivo no sindicato.

9) Registro em carteira:
A principal mudança está no valor da multa caso a empresa não registre a carteira dentro do prazo, a multa é de R$ 3000,00 por empregado, sendo de R$ 800,00 para microempresas ou empresas de pequeno porte.

10) Terceirização (quarentena):
Para evitar ilegalidades e substituição de funcionários CLT por autônomos a reforma trabalhista estipulou quarentena de 18 meses entre a demissão de um funcionário que antes era CLT e agora será autônomo, porém, uma vez contratado como autônomo essa atividade não será reconhecida como vínculo trabalhista.


Gostou? deixe seu comentário, compartilhe a informação.

Escrito por

Eder Silveira

Empreendedor graduado em administração de empresas. Diretor da Eficaz Folha de Pagamento, empresa especializada em Gestão da Folha de Pagamento para escritórios de contabilidade. www.folhaeficaz.com.br

MATÉRIAS RELACIONADAS

Receba Novidades

receba novidades sobre o site e o fórum de contabilidade em seu e-mail

x

CADASTRE-SE
GRATUITAMENTE

e faça parte da maior
comunidade contabil
da internet brasileira

x

Faça parte da maior
comunidade da internet
brasileira
, e receba nosso
conteúdo gratuitamente

CADASTRE-SE GRÁTIS

ENVIAR

Ao se cadastrar, você aceita os termos de uso do portal Contábeis.

CADASTRE-SE COM AS REDES SOCIAIS

x

OLÁ ROGÉRIO

vocÊ sabia que você pode
enviar artigos pelo site ?

x

digite seu email ao lado
para receber a senha
em sua caixa de entrada.

RECUPERAR MINHA SENHA

ENVIAR
x

Parabéns!

Veja os próximos passos
para aproveitar tudo o que
preparamos para você.

x

Cadastro efetuado com sucesso !
Enviamos para seu e-mail os procedimentos para confirmação de seu cadastro.
Ele será concluído depois que você fizer a confirmação via e-mail.

Caso não tenha recebido:

* Aguarde mais alguns minutos.
* Verifique sua pasta de spam (ou lixo eletrônico).
* Solicite o reenvio da mensagem de confirmação clicando aqui.

Prezados(as) senhores(as), o Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussoes dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro. Ao acessar este site você concorda com os Termos de uso. Página carregada em 0.05 segundos.

Site desenvolvido por
Julio Guimarães | Rogério César