x

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 9.111

acessos 1.076.683

Simples Doméstico *** e-Social

Marcel Henrique de Abreu

Bronze DIVISÃO 4, Técnico Contabilidade
há 12 semanas Sexta-Feira | 3 setembro 2021 | 16:33

Boa tarde. Estou com a seguinte situação: Fizemos a contratação de uma doméstica em 01/10/2017, em 2020 a senhora que estava como empregadora, faleceu e então fizemos a substituição do empregador, colocando o nome do esposo. Agora, prec.so fazer a rescisão dessa doméstica, mas está constando em aberto as férias de 2017/18 e 2018/19, período em que o empregador era a senhora que faleceu. Para resolver, além de excluir as férias de 2019/20, que estavam lançadas, precisei excluir as folhas do meses referentes às férias. Feito isso, quando fui lançar o período das férias de 2017/18, apareceu uma mensagem de que o trabalhador não está cadastrado. Alguém já passou por isso e poderia me ajudar a resolver, por favor.

Grato.

Marcel Abreu

João Pinto Neto

Bronze DIVISÃO 5, Contador(a)
há 7 semanas Quinta-Feira | 14 outubro 2021 | 15:07

Boa tarde

Uma duvida, sobre a parte do INSS do empregador, o mesmo é sócio de uma empresa e já faz o recolhimento do INSS por lá, onde é a opção de não recolher essa parte do empregador ????

JP3 CONTABILIDADE E ASSESSORIA
JOÃO PINTO NETO
Moderador

Márcio Padilha Mello

Moderador , Contador(a)
há 7 semanas Quinta-Feira | 14 outubro 2021 | 15:26

João Pinto Neto
Boa tarde! ... São duas contribuições diferentes. A empresa retém e recolhe a contribuição dele próprio, como contribuinte individual, que vai servir para ter acesso aos benefícios (auxílio doença, aposentadoria, etc).
A contribuição patronal do empregador doméstico é um "imposto" pago pelo empregador, e não tem relação com a contribuição individual do sócio/empresário.

Regina Vitoria Rastrelli Teixeira

Ouro DIVISÃO 1, Técnico Contabilidade
há 3 semanas Quarta-Feira | 10 novembro 2021 | 22:50

Boa noite!
Estou com um problema no esocial doméstico.
Ao registrar uma empregada digitei o número da CTPS errado.
Ela foi admitida em 01/02/2021 e foi demitida em 29/10/2021.
Gerei a rescisão e a respectiva guia de recolhimento rescisório com vencimento para o dia 08/11/2021.
Daí ela foi na CEF paga sacar o FGTS e foi aí que descobri o erro no número da CTPS.
Entrei no esocial, reabri a folha de outubro, exclui a rescisão e fui tentar retificar a CTPS.
Fiquei horas tentando fazer alguma coisa e ao final estou com 4 retificações sem conseguir alterar a CTPS.
Pior ainda é que gerei novamente a rescisão e ia fazer uma RDT.
Porém, para minha surpresa, o sistema gerou a rescisão sem os números do PIS e da CTPS.
Não consigo, de jeito nenhum, excluir as retificações para alterar os dados da admissão.
Por favor, alguém pode me ajudar nessa?
Agradeço a atenção.
Cordialmente,

Regina Rastrelli
Contabilista - CRCRJ 043751/O-8
email - r.rastrelli@gmail.co
telefone - (21) 99268-7247
Página 308 de 308
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.