x

FÓRUM CONTÁBEIS

DEPARTAMENTO PESSOAL E RH

respostas 4

acessos 150

Registo de CTPS

Simone Gonçalves

Iniciante DIVISÃO 3, Auxiliar Contabilidade
há 8 semanas Terça-Feira | 5 janeiro 2021 | 13:28

Boa tarde!
Alguém sabe como proceder no caso de registrar o salário com valor a maior?
Pode retificar o valor do salário tendo passado alguns meses com o valor incorreto e enviando a gfip?
Agradeço desde já!

Consultor Especial

Carlos Alberto dos Santos

Consultor Especial , Analista Pessoal
há 8 semanas Quarta-Feira | 6 janeiro 2021 | 08:25

Simone, bom dia.
Sim, MAS tem que ter muito cuidado, primeiro convocar o empregado e explicar, tudo isso por escrito e colher assinatura do mesmo, com relação ao FGTS/INSS, compensar nas folhas futuras, isso porque para restituir dá muita dor de cabeça e demora muito, ok

Renata Shirlei Rodrigues da Costa

Prata DIVISÃO 1, Auxiliar Contabilidade
há 8 semanas Quarta-Feira | 6 janeiro 2021 | 11:00

Bom dia tenho uma dúvida, a muitos anos não temos clientes novos com funcionários registrados, então E-social tenho conhecimento zero, e esse cliente vai registrar 3 funcionários Serralheiros, nos informou que não consegue registrar no outro contador devido ao e- social negar, pois o cnpj dele é uma vidraçaria, alguém, pode me orientar como procede essa informação.

Consultor Especial

Carlos Alberto dos Santos

Consultor Especial , Analista Pessoal
há 8 semanas Quarta-Feira | 6 janeiro 2021 | 13:23

Simone, boa tarde.
E aquilo que mencionei, primeiro comunicar por escrito ao empregado.
Na CTPS fazer a retificação na pagina de anotações gerais.
Na folha de pagamento futuras, criar uma verba de DESCONTO TRIBUTADA em FGTS/INSS/IRenda, onde o valor a ser descontada do empregado será automaticamente deduzida da base do FGTS/INSS/IRenda, desta forma não será preciso retificar as SEFIPS, ok

whatsapp = 12.99768.5454

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.