x

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 397

acessos 23.761

Leandro Arroio Herrera

Iniciante DIVISÃO 4, Analista Suporte
há 13 semanas Quinta-Feira | 8 agosto 2019 | 11:44


Pessoal desde já obrigado pela ajuda,

Esse ano (2019 - ano base 2018) e nos anos anteriores declaramos assim:

Dentro do IRPF -> Bens e Direitos ->

Campo Discriminação:

APARTAMENTO, TIPO RESIDENCIAL, SITUADO NA RUA XXX, BLOCO X APARTAMENTO XX, VILA XXXX, CIDADE XXX, O VALOR ABAIXO TRATA-SE DA FRACAO IDEAL DE IMOVEL ADQUIRIDO VIA FINANCIAMENTO DO SISTEMA FINANCEIRO DE HABITACAO (SFH) NA CAIXA ECONOMICA FEDERAL SOB O CONTRATO NO XXXXX.

Situação em 31/12/2017 (R$)
8.910,07 (este valor corresponde a metade das parcelas que pagamos o ano todo de 2017 a outra metade esta na declaração da minha esposa onde repito as informações) * valor total pago nas 12 parcelas para Caixa (R$ 17.820,14)

Situação em 31/12/2018 (R$)
9.497,14 (este valor corresponde a metade das parcelas que pagamos o ano todo de 2017 a outra metade esta na declaração da minha esposa onde repito as informações) * valor total pago nas 12 parcelas para Caixa (R$ 18.994,28)

É assim que venho fazendo, só utilizo Bens e Diretos nunca usei Dividas e Onus Reais

Para quitar e pagar a divida de aproximadamente R$ 131.000,00 usamos uma poupança em conjunto que temos (sempre declaramos o rendimento desta poupança) + FGTS dos dois .

Então pelo que a Emanuela escreveu e colocando as informações no campo que eu uso ficaria na discriminação que colocaria no final quitado em xx/xx/xxxx ??

Situação em 31/12/2019 (R$)
xxxxxxx ??........... Coloco metade dos valores das parcelas que paguei até 07/2019 ou coloco R$ 0,00 ??

Alex

Iniciante DIVISÃO 5, Analista Tecnologia
há 13 semanas Segunda-Feira | 12 agosto 2019 | 09:06

Bom dia a todos,

No momento da minha declaração de IR, eu utilizei uma conta bancária para a restituição, porém não a possuo mais porque troquei de emprego e acabei fechando pois a nova empresa utiliza outro banco para pagamento.
A minha restituição está prevista para 15/08.
Pesquisei e a resposta que achei era que ao tentar fazer o pagamento e rejeitar, o valor seria disponibilizado no Banco do Brasil e eu teria que ir até lá sacar.
Liguei no BB e passei pelo atendimento automático, ao digitar meu CPF, diz que não existe nenhum valor.

Enfim, como faço para receber o valor da restituição? Devo aguardar o dia 15 e só então comparecer ao BB para tentar sacar ou é algum outro procedimento?

Obrigado!

Milca

Prata DIVISÃO 1, Assistente Contabilidade
há 11 semanas Quinta-Feira | 22 agosto 2019 | 09:34

Bom dia prezados, estou com uma dúvida sobre imposto de renda, a cliente me procurou está com o CPF pendente de regularização, procurou orientação na receita federal e foi informado a ela que deve fazer a declaração de Imposto de renda e que após o processamento seu CPF vai estar regular, inclusive na receita federal foi informado os valores  a ela , ela recebeu rendimentos tributáveis no valor de 36.093,81 e teve retenção na fonte de 9.056,44, estes valores ela recebeu porque seu filho era militar e faleceu , ela informou que  estes valores recebidos foram  da rescisão dele neste caso. Minha dúvida é  a seguinte , preenchendo a DIRF 2019 , informei os valores que ela recebeu em 2018 de pensão do INSS já que o marido é falecido no valor de 17.381,98( rendimentos tributáveis) e 1450,95 de 13º salário , e mais o valor dos 36.093,81 e a retenção de 9.056,44 , o programa da DIRF 2019 me informa que tem valores a restituir de 8604,40 , este valor de restituição é correto ? Como faço para conferir este cálculo ou confirmar que é correto ?  Quais as hipóteses que a restituição é devida? E quanto a multa de 165,00 por entrega fora do prazo é devida? Muito obrigada.

Mello

Prata DIVISÃO 3, Assessor(a) Contabilidade
há 8 semanas Segunda-Feira | 16 setembro 2019 | 20:23

Prezados, peço gentileza ajuda!

Um autônomo que preenche o Livro Caixa para apurar o Carnê-Leão (Darf 0190) recolheu durante o ano de 2018 apenas 9 (nove) dos doze meses. (faltou março/2019, novembro/2018 e dezembro/2018).
Ele lançou na DIRPF/2019 como se todos os meses estivessem pagos, para que, no transcorrer de 2019 pagasse esses 3 meses pendentes. 
Ressalto que, neste caso, daria aproximadamente R$4.500,00 de imposto a restituir.  Repito: se todos os 12 meses estivessem pagos.
Entretanto, sua DIRPF/2019 caiu em malha (com pendência) justamente porque ainda não pagou esses 3 meses faltantes.
 Minha pergunta é:  Como ele não pagou em 2018 esses 3 Darfs do carnê-leão, não deveria ter informado como pagos em dia DIRPF/2019. O problema é que, caso não informasse como pagos, daria imposto a pagar no código de receita 0211 (DARF da quota do IR). 
Neste caso,  esses dois códigos tem relação, ou seja, se ele não pagar as cotas e pagar os três DARF's 0190 pendentes, seu débito de imposto seria abatido automaticamente?

Cezar Silveira

Prata DIVISÃO 3, Contador(a)
há 3 semanas Quinta-Feira | 17 outubro 2019 | 11:33

Bom dia

Uma pessoa física , está comprando imóvel, mas não está registrando em seu nome, diz que é um investidor, o imóvel fica ainda no nome do construtor.
Sendo investidor, como proceder na declaração do imposto de renda PF ? e quando o investidor for vender (quem vai vender /negociar a venda  será o construtor) como fica o lucro obtido ?

O investidor paga o valor do imóvel para o construtor, por exemplo R$ 130.000,00 mas não tem nada no seu nome, apenas um contrato entre as partes, e depois de alguns meses o construtor vende o imóvel para outra pessoa que na verdade será o comprador. Esta venda por exemplo será de R$ 160.000,00, sendo assim o investidor terá um lucro de R$ 30.000,00.
Como será tributado o valor de R$ 30.000,00 ?  como fica na declaração de imposto de renda ?

Também sobre o artigo 39 da lei 11.196, que diz sobre a isenção, fala sobre aquisição de imóvel residencial, por exemplo se uma pessoa tem 3 imóveis residenciais, mas vende um imóvel e vai comprar outro imóvel residencial dentro dos 180 dias, ficará isento de imposto a pagar ? 
No meu entendimento o imóvel residencial seria onde estaria morando , então pra receita federal sendo imóvel residencial posso ter por exemplo 10 imóveis, sendo residencial tudo bem, posso vender e adquirir outro no prazo de 180 dias, desde que não tenha ocorrido nos últimos 5 anos, é isso ?
Obrigado

Cezar Silveira

Patricia

Prata DIVISÃO 4, Assistente Fiscal
há 2 semanas Terça-Feira | 29 outubro 2019 | 13:38

Pessoal, boa tarde!


Tenho um caso que a pessoa caiu em malha fina, consta que o valor informado pela fonte pagadora, foi superior a informada na declaração, declarei de acordo com o informe. Pedi para a pessoa verificar junto a fonte pagadora, que é uma prefeitura, eles falaram a  ela que informaram o mesmo valor do informe, porém não é o que consta na Receita, tem algum documento que posso pedir a eles para comprovação? Pois eu pedi recibo da dirf, que conste o valor e alegaram que eles só tem em CD de todos os funcionários, o que posso fazer neste caso?

Atenciosamente,

Patricia O. Vieira

João Borges

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 1 semana Terça-Feira | 5 novembro 2019 | 16:43

Patricia Acredito que os Darf's não foram devidamente quitados, ou foram incluídos em parcelamento simplificado, sendo assim o sistema "DIRF x DARF 2019" não identifica os pagamentos e dá pendência para todos os beneficiários da DIRF da fonte pagadora.

(experiência própria) o ideal é quitar os débitos ainda este ano.

Patricia

Prata DIVISÃO 4, Assistente Fiscal
há 1 semana Quarta-Feira | 6 novembro 2019 | 08:04

Bom dia João,

As retenções estão corretas, tanto no informe quanto consta receita, a diferença está nos rendimentos, na Receita consta um valor superior ao do informe.

Atenciosamente,

Patricia O. Vieira

João Borges

Bronze DIVISÃO 4, Contador(a)
há 6 dias Quarta-Feira | 6 novembro 2019 | 10:27

Patricia, ah certo! você verificou pelo e-cac do contribuinte no extrato da malha? seria do ano base 2018? pois ainda são pendências somente, pra resolver e não cair na malha ano que vem. 

Patricia

Prata DIVISÃO 4, Assistente Fiscal
há 6 dias Quarta-Feira | 6 novembro 2019 | 10:35

Verifiquei sim João, iremos pedir antecipação de malha em janeiro e enviar os documentos comprobatórios.

Atenciosamente,

Patricia O. Vieira
Página 14 de 14
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.