2012-05-28T16:25:38-03:00
x

FÓRUM CONTÁBEIS

SOBRE O PORTAL CONTÁBEIS

respostas 94

acessos 107.978

Contador de Graça para MEI

há 4 anos Quarta-Feira | 11 março 2015 | 10:05

É um absurdo não podermos cobrar pelos nossos serviços!

A medida que tenho tomado: a abertura da MEi através do portal do empreendedor é gratuita. Porém, a inscrição na Prefeitura, solicitação de acesso para emissão de NFS-e, talão de notas (quanto o caso), emissão de notas, emissão de senha do posto fiscal, vigilância sanitária etc é cobrada. Caso o cliente opte por fazer ele mesmo, a responsabilidade é dele.

Algumas MEIs insistem em querer a escrituração. Eu oriento que não é obrigatório. Então nós fazemos a contabilidade e cobramos normalmente. Elas assinam um documento dizendo que elas tem ciência da não obrigatoriedade da escrituração e que, por vontade própria, optaram pelos serviços e, consequentemente, a cobrança deles.

Att,
Gabriela Moraes
há 4 anos Quarta-Feira | 11 março 2015 | 15:58

Já que os contadores devem prestar serviços grátis poderia ser revertido em beneficio fiscal,

Acontece que nem os próprios empresários MEI tem ciência dessa lei, que passa despercebida por muita gente..
Vou me aprofundar mais sobre o assunto para poder discutir

"Podes perder até a tua última esperança, mas nunca deves perder a tua dignidade".
- Mário Ferreira dos Santos
há 4 anos Quarta-Feira | 11 março 2015 | 16:16

Acho que se os contadores devem prestar o "serviço grátis" o mesmo deve acontecer com as outras categorias enquadradas no Simples Nacional.
Entendo o lado do governo que está tentando arrumar as contas da Previdência Social arrecadando mais, entendo o lado dos vendedores ambulantes que merecidamente passaram a ter cobertura da Previdência, meu problema é o governo não valorizar os profissionais contábeis, contador deveria ser uma atividade subsidiada pelo governo, pois somos nós que alimentamos todas as informações que o governo dispõe, somos nós que estudamos todas as leis para que o cliente recolha os impostos de forma correta, somos nós que arrumamos erros de sistemas precários do governo, somos uma classe muito útil e não uma "classe a ser combatida".
Ocupamos nosso tempo com o MEI (nosso tempo nunca é perdido), gastamos nossos recursos com funcionários, material de expediente e tantos outros para cumprir a lei do "não poderá cobrar a abertura e primeira declaração", perdemos com as empresas que poderiam ser empresas Simples mas que se limitam a um faturamento e número de funcionários para não serem obrigadas a ter contabilidade, raramente temos algum lucro com este tipo de atividade (MEI) e se reclamarmos somos tratados como "desumanos".

Cristiane Maria Gugelmin
Contador

A melhor forma de agradecer pelo auxílio recebido é ajudar alguém com o que você sabe.
Pratique isso, todos temos conhecimentos a compartilhar.
Moderador
há 4 anos Quarta-Feira | 11 março 2015 | 16:19

Quem tem a obrigação de prestar alguns serviços gratuitos são os escritórios contábeis optantes pelo Simples Nacional. Contabilista autônomo ou empresa contábil não optante do SN, pode cobrar por tudo.
Interessante é que só os contadores estão sujeitos a essa "caridade obrigatória". Advogados, corretores de imóveis, fisioterapeutas, etc, que optarem pelo SN estão fora dessa "bondade".

há 4 anos Quarta-Feira | 11 março 2015 | 16:24

É sobre estas "bondades" que reclamo, pq somente os contadores?
Acredito que quando regulamentarem a PEC das domésticas, teremos mais "boas notícias" vindo ao nosso encontro.

Cristiane Maria Gugelmin
Contador

A melhor forma de agradecer pelo auxílio recebido é ajudar alguém com o que você sabe.
Pratique isso, todos temos conhecimentos a compartilhar.
há 4 anos Quarta-Feira | 11 março 2015 | 16:28

Pois é Márcio,

Como nossa colega disse acima o profissional contábil se dedica ao estudo das leis que há todo momento há mudanças para estar apto ao mercado e acabamos de uma forma ou de outra se tornando encarregados do estado sem o retorno merecido

"Podes perder até a tua última esperança, mas nunca deves perder a tua dignidade".
- Mário Ferreira dos Santos
há 4 anos Quinta-Feira | 12 março 2015 | 07:39

Márcio,

Estou em pleno acordo, acabamos de uma forma ou de outra se tornando encarregados do estado sem o retorno merecido e o reconhecimento.

há 4 anos Sexta-Feira | 17 abril 2015 | 16:58

Olá!

Gente, sou administrador de empresas, estou abrindo um escritório de consultoria em gestão de pequenos negócios, por indicação de um amigo consultor do SEBRAE-DF, visito este portal de contadores. Vejo a dificuldade que vocês estão enfrentando em lidar com os MEIs. Estes clientes são o meu público, gostaria propor parceria com vocês contadores para que eu possa atender os MEIs, justamente o nincho de mercado que procuro para abrir meu negócio.

há 4 anos Sexta-Feira | 24 julho 2015 | 16:55

A partir desse ano, a maioria das profissões regulamentadas, que antes eram vedadas a optar do simples, passaram a ser permitidas.
Sendo assim, não é mais benefício da classe contábil o ingresso no simples.

Desde que o MEI foi implantado, há uns 6 anos, apenas uma empresa daqui do escritório tornou-se ME. A maioria dos MEI que abrem são para recolher o INSS com o valor menor e poder aposentar no futuro, e alguns precisam emitir uma nota, e depois somem de vez e não pagam nem a ínfima contribuição mensal que é devida.

Visto isso, acho que deveria ser revisto essa gratuidade ao MEI, pois muitos deles, como já explanado pelos colegas, não se enquadram nas características do MEI e tiram proveito não só dos tributos menores, como da gratuidade do nosso serviço também.

há 4 anos Sexta-Feira | 24 julho 2015 | 17:35

Qual era o objetivo do MEI? Arrecadar INSS. .. ninguém está se preocupando com os contadores trabalhando de graça, acho que para o governo a nossa raça deve ser combatida... assim que começar o recolhimento do "novo" FGTS das domésticas, vamos escutar mais algumas abobrinhas...

Cristiane Maria Gugelmin
Contador

A melhor forma de agradecer pelo auxílio recebido é ajudar alguém com o que você sabe.
Pratique isso, todos temos conhecimentos a compartilhar.
há 4 anos Sexta-Feira | 24 julho 2015 | 17:49

Pois é.. Infelizmente não nos dão o devido valor, só criam a cada dia uma obrigação acessória diferente e complexa para entregarmos aos órgãos e 'dedarmos' os contribuintes. Agora até empresas com capital alto temos que informar ao COAF. E o pior: se perder UM prazo, dentre mil (como o EFD) e lembrar que perdeu após alguns meses, tem que vender a alma para pagar a multa. Mas atender MEI de graça pode! Só rindo pra não chorar rs

há 4 anos Sexta-Feira | 24 julho 2015 | 17:52

O atendimento a MEI é gratuito? Pelo que entendi a abertura do MEI e as orientações iniciais que são gratuitas, as demais situações, pelo que entendi, pode haver cobrança de honorários.

há 4 anos Segunda-Feira | 27 julho 2015 | 07:47

Eu sempre cobrei,


Ademais que quando se contrata o profissional não é simplesmente abrir a MEI

Mas sim envolve inclusive orientação em vários aspectos - tributários - documental - direitos e obrigações:

• Abertura Empresa Individual
o Documentações da Empresa (apresentação) ao Cliente

• Renovação documentação e Obrigatoriedades:
o Renovação documentos Anuais – Alvará de funcionamento,
o Licença da Vigilância
o DECA municipal
o Alvará municipal
o Recolhimentos guias Tributarias mensais – DAS
o Orientações gerais

• Obrigações Acessórias
o Das-SIMEI (anual)
o Declaração de ajuste anual de imposto de renda


O importante é expor para o cliente que existe a simples abertura sem a assessoria contábil e
com assessoria onde esta será acompanhada pelo profissional e o orientará nas diversas necessidades, tributárias, previdenciária ou até mesmo jurídica por meio da realização de um contrato e afins.

Estes são exemplo de serviços agregados, que obviamente é cobrado na abertura.

- Analista Contábil - Escritório Asteca
- Contador -DOMENI Assessoria Contábil
CRC SP 290355/0-7
skipe: eduardodoeni.estrutural
e-mail: edu.domene@hotmail.com
há 4 anos Domingo | 23 agosto 2015 | 21:12

Olá Contadores!
Vi esse tópico aqui no Fórum e me despertou a seguinte curiosidade:
"Posso atuar no ramo de Consultoria Contábil para Micro Empreendedores Individuais, mesmo sem formação em Contabilidade? "
Obs.: Possuo apenas alguns cursos rápidos na área. :(

Articulista
há 4 anos Segunda-Feira | 24 agosto 2015 | 08:14

Marcos de J Silveira,

Como consultor Contábil não, visto que isso é de responsabilidade do profissional devidamente registrado.
Você pode atuar como consultoria tributária ou planejamento tributário, algo do tipo...

Att.

"A virtude de uma pessoa mede-se não por ações excepcionais, mas pelos hábitos cotidianos!"

Kaik R. Vieira
Contador e Perito Judicial
CRC ES-0021187/O
CNPC: 5306
http://krvconsultor.wix.com/home
há 4 anos Terça-Feira | 25 agosto 2015 | 08:23

bom dia a todos


concordo com o colega Kaik Rodrigues Vieira ,
sou estudante de ciencias contabeis e o maximo que posso fazer por enquanto é alguns trabalhos com consultoria.

att

o sucesso de amanha, depende do empenho hoje!!!
há 4 anos Quinta-Feira | 27 agosto 2015 | 09:55

De graça????????? Nem pensar colegas. Já atendi MEI e cobrei pelos serviços, quando a cliente não quis mais pagar a remuneração estipulada, deixei de prestar o serviço. O CRC precisa entender que nós profissionais, não podemos e nem devemos prestar qualquer tipo de serviço sem a devida remuneração.

Att

Eduardo Freitas
FMS CM
Controlador Geral
assinco.carloseduardo@gmail.com
há 4 anos Segunda-Feira | 19 outubro 2015 | 17:57

Caros Colegas,

Lendo as postagens dos colegas de profissão, fico ligeiramente envergonhado com a falta de visão de negócios e de estratégia.
O trabalho dedicado aos MEI's é de tamanha simplicidade se comparado ao benefício futuro que pode nos trazer.
Um dos colegas bem colocou: "O MEI de hoje poderá ser uma grande empresa de amanhã".

Infelizmente a classe contábil está mais preocupada em fechar balanço e bater os centavos, pagar tributos ao invés
de ser, de fato, parceiro de negócio das empresas (independente de seu porte).
São guarda-livros, não contabilistas.

Pois bem, não é de se espantar, uma vez que a maioria das nossas instituições de ensino dedicam tempo apenas para ensinar
os alunos a "em que conta debitar ou creditar" e não o que realmente importa para os stakeholders....

Pensem de forma maior, estratégica, propositiva e menos conservadora. Assim, poderão cobrar honorários maiores do que um salário
mínimo. Gerem savings, impulsionem os negócios da empresa, levantem créditos tributários, elaborem sólidos planos de negócios,
proponham reestruturações societárias, financeiras e tributárias, levantem e dirimam os riscos, entendam os negócios da companhia.
Sejam o parceiro de negócios das empresas. E gozem de honorários maiores....

Os honorários são o reflexo do nível de serviço que a classe entrega companheiros...

Os vocês descordam que a maioria dos colegas deste canal não faz metade das atividades que citei acima? Ou pior, a maioria
sequer procura entender o negócio de seu cliente?

Reflitam...

há 4 anos Quinta-Feira | 22 outubro 2015 | 11:37

Caros colegas,

Não somos profissionais voluntários e, portanto, não existe trabalho sem remuneração. Creio que a colega Maria Gabriela tem procedido de forma correta.

Att

Eduardo Freitas
FMS CM
Controlador Geral
assinco.carloseduardo@gmail.com
há 4 anos Quinta-Feira | 22 outubro 2015 | 13:09

No meu caso faço de graça a primeira declaração e apenas abertura pelo portal, alguns até me pagam, quanto ao alvará peço ao cliente para ele resolver, tudo alem disso é cobrado, o governo não me deu nada de graça, para minha formação contábil tive que me virá trabalhando. Se os serviços de Mei de Graça reverte-se em descontos para a redução de anuidade aí sim concordaria.

Distak Contabilidade Ltda
Silvio Sousa
Cabo Frio e Rio das Ostras -RJ.
Tel:(22)9252-8080 *(22)3721-0359
http://www.distakcontabilidade.com.br
Email: distakcontabilidade@hotmail.com
Não existe um caminho para a felicidade, a " felicidade é o caminho".
há 4 anos Quinta-Feira | 22 outubro 2015 | 13:24

Bom pessoal possa ate ser que eu seja mercenário ou coisa do tipo, mais eu não me mato de estudar para servir alguém de graça, ainda mais sabendo que a pessoa estará ganhando pelo serviço que eu executei.

há 4 anos Quinta-Feira | 22 outubro 2015 | 14:29

Completando meu comentário acima, não posso negar, alguns clientes de Mei, migraram para novos segmentos fazendo parte da minha cartela de clientes pagantes. Meu conselho é antes de dispensar um MEI, é difícil, mais tenta ver nele uma visão favorável no futuro.

Distak Contabilidade Ltda
Silvio Sousa
Cabo Frio e Rio das Ostras -RJ.
Tel:(22)9252-8080 *(22)3721-0359
http://www.distakcontabilidade.com.br
Email: distakcontabilidade@hotmail.com
Não existe um caminho para a felicidade, a " felicidade é o caminho".
há 4 anos Quinta-Feira | 22 outubro 2015 | 19:41

Boa noite pessoal,

Meu entendimento é: Lei não se discute, se cumpre. A lei manda atender, eu atendo. E se é para fazer, faço bem feito. Tenho clientes que começaram mei e hoje estão aqui comigo como EPP, tenho clientes indicados por MEIs que eu atendi e tenho MEI que me pagam para fazer o acompanhamento das coisas para eles, emitir notas e tal.

Politicamente, nas entidades de classe que participo, questiono essa coisa, pois foi feito assim como "contrapartida" para entrarmos no simples, fomos a primeira classe a entra. Hoje, todos estão, embora só nós estejamos no anexo III, a vantagem já não é tão grande.

Forte abraço.

Consultor Especial
há 4 anos Sexta-Feira | 23 outubro 2015 | 11:06

Aqui muitos MEIs desenquadraram e estão conosco como empresas ME ou EPP, cresceram bastante. Sugiro que tenha paciência que dentro de 1 ou 2 elas desenquadram e viram clientes fixos do escritório.

-----
Abertura, alterações e baixas em PE
Consultoria e assessoria empresarial
Contabilidade geral
Serviços paralegais
Regularização de empresas
-----
Orçamento gratuito
-----
http://www.gamboasolucoes.com.br
gamboasolucoes@gmail.com
Tel/Whats - (81) 99801.9055
há 3 anos Terça-Feira | 27 setembro 2016 | 10:13

Prezados, Bom Dia!

Ocorre que o CRC permite que no primeiro mês de atividade do MEI, ele possa consultar gratuitamente escritórios de contabilidade. Acredito que seja um incentivo para ambas as partes. Criando um vinculo com o MEI, no mês seguinte você pode garantir um saldo a mais.



Abraços!

há 3 anos Terça-Feira | 27 setembro 2016 | 10:34

Olá,

Assim como os demais colegas acima, também atendemos de forma gratuita.
Somos um escritório pequeno, mas somente esse ano teremos 4 MEI que se tornarão ME. E em geral são bons clientes.
Vale a pena o "investimento"

Atenciosamente,

Marcelo de Sousa

"Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer"
Santo Agostinho
Consultor Especial
há 3 anos Sexta-Feira | 21 outubro 2016 | 06:57

Ronaldo Tom,

O que você cita é realmente muito importante.


Além da nossa mentalidade o cliente precisa entender também que esconder determinadas informações do contador, para tentar fugir de tributos não é correto.

Se as relações forem transparentes todos ganham.

Como nosso amigo Sergio bem cita: "lei é para ser cumprida..."

Se as pessoas acham absurda a ideia, conversem com seu parlamentar e tentem mudar a Lei.

Eu gosto de ajudar os MEI, dou dicas, mas, dentro do que manda a Lei: a abertura e a 1ª declaração anual. Fora isso sugiro um contrato de prestação de serviços onde coloco escrita e consultoria.

att

Contador CRC MG 106412/O - Perito Contábil CNPC 087 - Avaliador Imobiliário CNAI 23358
Avaliação de empresas e processos de transferência societária;
Especialista em 3º Setor e em fusões, cisões e incorporações;
http://www.prosperarecontabil.com.br
Atenção: não dou consultorias por telefone! Somente por e-mail ou via whatsapp (audio ou mensagem)
Página 2 de 4
1 2 3 4
RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.