x

FÓRUM CONTÁBEIS

TRIBUTOS FEDERAIS

respostas 41

acessos 12.685

Tributação SN empresa de transportes

Elaine Valiente Soares

Bronze DIVISÃO 5, Contador(a)
há 16 semanas Quarta-Feira | 27 março 2019 | 16:29

Boa Tarde Edmar,

Isso mesmo, mas lembre-se que neste tipo de prestação o ICMSdeve ser recolhido antecipado pelo remetente ou pela transportadora, dependendo de cada caso.
Se o ICMS não tiver sido recolhido, eu coloco todos os valores na tabela 1? Eu percebi que o simples segrega as receitas de transporte por estado nesse caso, mais fiquei sem saber se o recolhimento é repassado para o estado onde deu a origem você sabe me dizer?

Edmar Favacho Galvão

Ouro DIVISÃO 1, Consultor(a) Contabilidade
há 16 semanas Quinta-Feira | 28 março 2019 | 15:25

Elaine, boa tarde.

Mesmo que o ICMS não tiver sido recolhido no início da prestação, deverá ser informado no PGDAS-D transporte com substituição tributária do ICMS, pois o valor do imposto devido na UF de origem tem como base a alíquota integral e uma hora ou outra o Fisco Estadual vai cobrar.

Quanto as outras UF que aparece no momento de informar os valores dos transportes sem substituição tributária, é para os casos em que a empresa possui filiais em outros Estados e precisa declarar as receitas de prestação de serviço de transporte dessas filiais.

Edmar Galvão - CRC: PA-020864/O
Operações Logística e Transporte - Assessoria Contábil e Tributária
Especialista em Direito Tributário - Auditoria e Controladoria-FGV
Mestrando em Administração
E-mail: controladoria.bel@pexlog.com.br

Creuza Marta Costa Souza

Iniciante DIVISÃO 3, Contador(a)
há 11 semanas Terça-Feira | 7 maio 2019 | 13:03

Boa tarde , 
Edmar por favor me tire uma duvida;
Uma  empresa de transporte de cargas municipal e intermunicipal que emite Nota fiscal e CTE, essas receitas são informadas para calculo da DAS separadamente la no preenchimento?
EX:
Receitas de Notas fiscal municipal- INFORMO em PRESTAÇÃO DE SERVICO, EXCETO PARA EXTERIOR- Não sujeita ao fator " r " e tributada no anexo III.
Receitas de CTE - INFORMO em SERVIÇOS DE COMUNIÇÃO DE TRANSPORTES DE CARGAS INTERMUNICIAPLE E INTERESTADUAL DE CARGAS  - # TRANSPORTES S/ SUBST. TRIBUTARIA OU COM SUBTITUIÇAO TRIBUTARIA?  
A empresa é da Bahia e o transporte foi para o mesmo estado. ESTA CORRETO APURAR A DAS DESTA MANEIRA?
Te agradeço muito se puder me ajudar. 

Edmar Favacho Galvão

Ouro DIVISÃO 1, Consultor(a) Contabilidade
há 11 semanas Terça-Feira | 7 maio 2019 | 15:06

Boa tarde Creuza.

Isso mesmo, o procedimento que você explicou está correto em todos os detalhes.
O serviço de transporte Municipal (tributado pelo ISS) deve ser informado separado do serviço de transporte intermunicipal (tributado pelo ICMS) , pois este ultimo tem como base o anexo III, excluindo a alíquota do ISS e "puxando" a alíquota do ICMS pertencente ao anexo I.

Edmar Galvão - CRC: PA-020864/O
Operações Logística e Transporte - Assessoria Contábil e Tributária
Especialista em Direito Tributário - Auditoria e Controladoria-FGV
Mestrando em Administração
E-mail: controladoria.bel@pexlog.com.br

Creuza Marta Costa Souza

Iniciante DIVISÃO 3, Contador(a)
há 10 semanas Quarta-Feira | 8 maio 2019 | 08:03


Obrigada Edmar, 
Só mas uma duvida em relação a substituição tributaria do ICMS, no meu caso que o transporte foi feito aqui na Bahia mesmo eu coloco a opção ( sem substiuição tributaria) ? pq nesse caso pago o ICMS na guia DAS? CERTO?  

Edmar Favacho Galvão

Ouro DIVISÃO 1, Consultor(a) Contabilidade
há 10 semanas Quarta-Feira | 8 maio 2019 | 08:38

Creuza, isso mesmo. Não tem muito mistério.

Edmar Galvão - CRC: PA-020864/O
Operações Logística e Transporte - Assessoria Contábil e Tributária
Especialista em Direito Tributário - Auditoria e Controladoria-FGV
Mestrando em Administração
E-mail: controladoria.bel@pexlog.com.br

Edmar Favacho Galvão

Ouro DIVISÃO 1, Consultor(a) Contabilidade
há 10 semanas Sexta-Feira | 10 maio 2019 | 13:32

Creuza, boa tarde.

De acordo com o Ajuste SINIEF 12/2015 a DeSTDA deve ser apresentada nas operações de que tratam  as alíneas "a", "g" e "h" do inciso XIII do § 1º do art. 13 da LC 123/2006. 
Este serviço de transporte está contido dentro da alínea "a" como vemos:
"(...) e nas prestações de serviços sujeitas aos regimes de substituição tributária e de antecipação de recolhimento do imposto com encerramento de tributação". (este trecho foi incluído recentemente).

Assim, para aqueles Estados que exigem essa obrigação assessoria, neste tipo de operação que estamos tratando a declaração deve ser apresentada.

Edmar Galvão - CRC: PA-020864/O
Operações Logística e Transporte - Assessoria Contábil e Tributária
Especialista em Direito Tributário - Auditoria e Controladoria-FGV
Mestrando em Administração
E-mail: controladoria.bel@pexlog.com.br

Creuza Marta Costa Souza

Iniciante DIVISÃO 3, Contador(a)
há 10 semanas Segunda-Feira | 13 maio 2019 | 13:52

boa Tarde,
Obrigada pela atenção, eu ja tinha lido que era obrigatório apresentar a DESTDA, minha duvida é : Se eu apresento esses valores que emitir de CTE no formulário já que estou pagando o ICMS na DAS do Simples. Pois lá no preenchimento pede valores de substituição, ou eu  preencheria o Destda na opçao ( sem dados informados ).
Se a opção for ( com dados informados) como preencheria esses valores de CTE?    

Edmar Favacho Galvão

Ouro DIVISÃO 1, Consultor(a) Contabilidade
há 6 semanas Sexta-Feira | 7 junho 2019 | 15:45

Boa tarde Italo.

Se você está se referindo ao serviço de transporte iniciado em UF distinta da qual a transportadora possui estabelecimento, não é possível recolher este ICMS dentro do DAS, pois esse tipo de serviço caracteriza uma substituição tributário e a metodologia do simples nacional não abrange o recolhimento do ICMS ST.

Edmar Galvão - CRC: PA-020864/O
Operações Logística e Transporte - Assessoria Contábil e Tributária
Especialista em Direito Tributário - Auditoria e Controladoria-FGV
Mestrando em Administração
E-mail: controladoria.bel@pexlog.com.br
Página 2 de 2
1 2

RECEBA CONTEÚDO EM SEU EMAIL

cadastrar

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.