x

OFFSHORES

Governo decide retirar taxação de offshores da MP do salário mínimo

Lira acredita que taxação provocará evasão de recursos e diminuirá a arrecadação pretendida.

23/08/2023 10:30:03

  • compartilhe no facebook
  • compartilhe no twitter
  • compartilhe no linkedin
  • compartilhe no whatsapp
Salário mínimo: governo retira taxação de offshores da MP

Governo decide retirar taxação de offshores da MP do salário mínimo

O governo decidiu voltar atrás e fechou acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, para retirar a taxação de offshores da medida provisória (MP) do salário mínimo, acertando o reenvio através de projeto de lei (PL) em caráter de urgência para estipular as tributações.

Vale destacar que um acordo no colégio de líderes decidiu que a medida do salário mínimo em R$ 1.320 será votada nesta quarta-feira (23).

“Fizemos um acordo para votar a MP do salário mínimo com o compromisso do governo de mandar uma nova MP com offshores e os fundos privados exclusivos, assim como um projeto de lei tratando dos fundos offshores para que a gente possa dar o mesmo tom e o mesmo ritmo para esses fundos.”

De forma simultânea, uma nova MP será editada para que a faixa de isenção do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) mantenha uma elevação em R$ 2,64 mil mensais.

O deputado José Guimarães disse que as MPs 1171/23, que trata do (IRPF, e a 1172/23, que reajustou o salário mínimo para R$ 1.320 serão fundidas em um único texto, facilitando assim a tramitação.

Além disso, a MP do IRPF também trará mudanças na taxação de fundos exclusivos e internos para compensar o abandono de receita.

“Não tem uma solução definitiva sobre esse ponto, mas há um esforço coletivo entre os líderes para buscar um entendimento que preserve aquilo que, para o governo, é fundamental: garantir a redução do Imposto de Renda nos níveis até R$ 2.640, e não voltar atrás”, disse Guimarães.

Sabe-se que, até o momento presente, não existe um texto fechado sobre como se dará a tributação dos fundos sediados e exclusivos no Brasil. Por esse motivo, o Ministério da Fazenda está correndo para fechar uma proposta até a próxima segunda-feira (28), data em que a atual MP vence.

Com informações do Valor Econômico e Congresso em Foco

Leia mais sobre

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTICULISTAS CONTÁBEIS

VER TODOS

O Portal Contábeis se isenta de quaisquer responsabilidades civis sobre eventuais discussões dos usuários ou visitantes deste site, nos termos da lei no 5.250/67 e artigos 927 e 931 ambos do novo código civil brasileiro.